Quadrinhos eróticos para adultos

Sexo é um tema que passa por todas as artes. Confira aqui alguns nomes dos Quadrinhos para Adultos.


milo manara 30-thumb-600x408-26528.jpg

A expressão quadrinhos para adultos faz referência a publicações de histórias em quadrinhos que abordam temas considerados próprios para adultos, como sexo, morte e questões existenciais. Dentre as principais publicações do gênero, encontram-se a série Vertigo e Opera Erotica. A primeira é um selo da editora de quadrinhos DC Comics. Essa divisão opera sob o nome Vertigo para se diferenciar da linha mais popular e familiar da DC Comics, preservando sua imagem. Vertigo publica histórias voltadas para um público mais adulto e maduro. Seus quadrinhos lidam com temas mais adultos como violência, nudez, exposição sexual, uso de drogas, palavrões e outros tipos de controvérsia. Já a segunda série é uma coleção de quadrinhos para adultos lançada no Brasil entre as décadas de 1980-90 pela editora Martins Fontes.

Um dos mais famosos nomes dos Quadrinhos Eróticos e Adultos é o italiano Milo Manara, quadrinista que ficou conhecido pela depravação, suas personagens voluptuosas e seu traço característico. O estilo do aclamado desenhista é marcado por retratar mulheres curvilíneas com rosto angelical. Suas histórias abordam a temática da sexualidade de forma ampla, sem censura. Tratam principalmente sobre a tensão sexual na sociedade italiana. Uma de suas principais séries é a polêmica "A História do Homem", vinhetas que ilustram a história de nossa espécie, a partir de uma perspectiva de violência, poder e, obviamente, sexo. E "Clic", conta a história de uma ninfomaníaca.

bolero3-e1383305474717.png

bolero11-e1383304240675.jpg

No Japão, a indústria pornográfica também cedeu um grande lugar aos Quadrinhos adultos, sendo a arte conhecida como Shunga. As gravuras shunga eram executadas e comercializadas quer isoladamente, quer em livros contendo doze imagens, denominados enpon, quer ainda em rolos, esta última forma a mais rara e também a mais cara. Os temas retratados eram variados e, por vezes, surpreendentes, uma vez que os japoneses possuíam preferências sexuais também variadas; a maior parte dos desenhos representava contudo cenas heterossexuais que podiam ir do simples amor sensual até à mais refinada pornografia. Curiosamente, devido à nudez não ter conotações eróticas no Japão, as figuras encontravam-se quase totalmente vestidas e revelavam somente os órgãos sexuais, exagerados em tamanho. Leia mais aqui.

03092217.JPG

Shuntei_Miyagawa-No_Series-Shunga_3-00034064-030327-F06.jpg


rejane borges

Gosta das cores de folhas secas ao chão. E das cores das folhas velhas dos livros.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 21/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp, eros //rejane borges