Uma nova forma de criar papel a partir de madeira

À primeira vista, o trabalho de Randall Rosenthal pode não parecer digno de nota, afinal, são apenas montes de jornais empilhados, caixas de cartão cheias de notas, ou cartões de basebol. Mas isso é só à primeira vista. Olhe mais de perto e veja que todo esse papel é, simplesmente, esculturas de madeira. Isso mesmo, é tudo esculpido a partir de blocos de madeira.


01_cardbox1.jpg © Randall Rosenthal, "Card Box" (processo).

Neste projeto, Rosenthal junta o seu trabalho de pintor, atividade que exerceu até aos 40 anos, com o seu mais recente trabalho como escultor. Ele cria peças realistas a partir de blocos de madeira de pinho, pintados à mão com tinta acrílica. O seu trabalho escultural é exclusivamente de subtração do material até chegar à forma final por oposição à pintura, a qual é acrescentada até surgir o efeito desejado.

Rosenthal aponta Van Gogh e Pollock como os artistas que mais o influenciaram. O primeiro pela forma como usa a tinta e o segundo por ter destruído o conceito de que a arte tinha de ser sobre um tema, demonstrando que podia ser simplesmente sobre si mesma. Seguindo a inspiração provida por Pollock, o artista rejeita qualquer tentativa de rotular o seu trabalho, afirmando que não se trata de um trabalho hiper-realista, por não ter medidas rigorosas, mas apenas aquelas que lhe parecem corretas ao olhar. Nega qualquer ligação à Pop Arte e afirma que não pretende fazer uma crítica ao consumismo, apesar de esculpir objetos do cotidiano e pintar figuras como Marylin Monroe e Bob Dylan nas suas páginas de madeira.

Rosenthal considera que sempre teve uma visão singular, que o leva a manter-se fora de todas as categorias, à exceção de ser um artista figurativo. Segundo o artista, a escolha de objetos do dia-a-dia ajuda a tornar as peças mais verosímeis, fazendo com que as pessoas se relacionem com elas, embora seja visível, a curta distância, que se tratam de peças de madeira, pois não tenta esconder o grão.

Randall Rosenthal percorreu uma longa jornada até adquirir a extraordinária capacidade técnica de criar as espantosas peças de madeira que aqui vemos. Mostrou, já aos quatro anos, uma imaginação e tendência para a pintura fora do vulgar. Foi incentivado a seguir a área artística pela sua mãe. Logo depois de sair do Carnegie Institute of Technology, na Pensilvânia, onde estudou arte, começou a criar e expor pinturas surrealistas, o que o ocupou pela maior parte dos anos 70. Nos anos 80, passou a pintar telas quadradas com a superfície da água como tema. Eventualmente, vários outros artistas começaram a fazer pinturas semelhantes, o que o levou a desistir por completo da pintura e a dedicar-se ao design arquitectónico. Fez quase todo o seu trabalho como designer através da criação de modelos, o que o levou a passar os anos 90 a desenvolver esculturas arquitectónicas. Um dia, recebeu uma encomenda de uma igreja para criar um móvel para a bíblia e criou um livro aberto em madeira. Gostou tanto do processo que fez mais alguns por conta própria e começou a pintar as páginas desses livros de madeira.

Ao expor esses trabalhos, a recepção do público foi tão boa que ele continuou a criar páginas de papel a partir de blocos de madeira, criando jornais, caixas de cartão cheias de dinheiro, cartões de basebol, cadernos, entre outros. Já com mais de 50 anos, Rosenthal acha que descobriu aquilo em que é realmente bom, embora não faça ideia de onde estes projetos o vão levar com o tempo.

Podem conhecer mais sobre o seu trabalho no seu portfólio online.

02_cardbox2.jpg © Randall Rosenthal, "Card Box" (processo).

03_cardbox3.jpg © Randall Rosenthal, "Card Box" (processo).

04_cardbox5.jpg © Randall Rosenthal, "Card Box" (processo).

05_cardbox6.jpg © Randall Rosenthal, "Card Box" (processo).

06_cardbox10.jpg © Randall Rosenthal, "Card Box" (processo).

07_cardbox12.jpg © Randall Rosenthal, "Card Box" (processo).

08_coldhardcash.jpg © Randall Rosenthal, "Cold Hard Cash".

09_cuba.jpg © Randall Rosenthal, "Cuba".

10_obamawash6.jpg © Randall Rosenthal, "Obama wash".

11_cutting_board.jpg © Randall Rosenthal, "Cutting Board".

12_sunday_1030.jpg © Randall Rosenthal, "Sunday".


Inês Petiz

Inês Petiz é artista. E não poderia ser nenhuma outra coisa.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp //Inês Petiz