arquitetura é vida

A vida é arquitetura e a arquitetura é vida

Maria Eneida

Arquiteta e Urbanista, mas que busca nas artes e nas reflexões da vida os conceitos para ser cada dia melhor, produzindo uma melhor arquitetura, com enfoque no viver, avistando a beleza, a bondade e a verdade

A ansiedade dos amores passageiros

Uma era que a ansiedade por todo momento termos novidade, nos moldando na vida humana.


Existem certos momentos na vida, que nos defrontamos com tantas situações que no tempo de seu acontecimento não alarmam tanto as consequências de humanidade que cada um pode arrastar, mas que com o tempo ganham forma de pensamento.

E não é diferente nos amores.

A ansiedade atingiu até mesmo a necessidade do amor que foi organizado como algo feito de construção e que não tem muitas vezes atingida sua finalidade, como busca de um momento pra a vida inteira.

Acredito que as pessoas estão buscando mais os frios na barriga, do que as conversas longínquas que se perdem na noite. E não é culpa delas, porque sociedade está sendo moldada desta forma, onde as pessoas quando não produzem mais interesse são absorvidas pela troca. A sociedade tem ensinado que o que não presta precisa ser jogado fora, para um novo e mais potente criar raiz.

00amor.jpg

De fato, a sociedade pode requerer uma condição dessas, mas a humanidade quanto gente de carne e osso, não consegue conceber certas peculiaridades na motivação desse modo de pensar, das trocas constantes e dos instintos a flor da pele, o tempo todo e a todo momento.

Será que no fim cada um vai querer passar pra lá e pra cá, conhecer uma infinidade de coisas e não ser totalmente preenchido, sendo que muitas vezes o que faltou foi a paciência de olhar os olhos de alguém e compreender o seu universo tão complexo, que muitas vivências não teriam a capacidade de cobrir cada nuance existente em cada ser humano.

Será que se olharmos aqueles casais que vivem muitas décadas juntos não iremos aprender? Não cabe no universo humano tantas inconstâncias e tantas buscas desenfreadas, se em algumas regiões bem profundas o que cada um necessita é somente de um para estar ao lado do outro.

Não existe a oportunidade de se encontrar tantos universos e atingir em profundidade cada um. O que existe é a decisão de querer entrar em um mundo e vivê-lo profundamente, pois é vida e ali não existe marasmo, porque na vida há fluidez, e se cada um parar para se juntar ao um único universo, a vida flui, mesmo que não seja todos os dias a flor da pele.

E no fim, o que vai existir é uma raiz, que se bem plantada atinge tantos mundos mesmo estando ali teoricamente estagnada, porque é um saga interna e somente para quem tem coragem de viver e de se doar independentemente de qualquer coisa, posto que traz a verdade e isso sim pode ser chamado amor.

feel-my-love-images-and-wallpaper-7.jpg


Maria Eneida

Arquiteta e Urbanista, mas que busca nas artes e nas reflexões da vida os conceitos para ser cada dia melhor, produzindo uma melhor arquitetura, com enfoque no viver, avistando a beleza, a bondade e a verdade .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// //Maria Eneida