arquitetura é vida

A vida é arquitetura e a arquitetura é vida

Maria Eneida

Arquiteta e Urbanista, mas que busca nas artes e escrita, ou nas reflexões da vida, os conceitos para ser cada dia melhor, produzindo assim recortes escritos, sendo eles na construção do ser (o arquiteto de si) ou na tradução do olhar da vida, escrevendo assim, com enfoque no viver com a beleza, a bondade e a verdade.

Lúcio Costa – De neocolonial a moderno

Grande expoente moderno, com suas raízes no neocolonial.


O arquiteto Lúcio Costa como muitos sabem, foi o idealizador do plano piloto de Brasília, onde sua concepção foi abordada como o auge do modernismo no Brasil, juntamente com seu colega Oscar Niemeyer dono das esbeltas ideias das volumetrias dos prédios.

Mas o que poucos sabem é que esse exímio arquiteto teve sua escola principal no neocolonial, onde assimilou as suas maiores ideias de concretização das formas enfatizada por esse ideário.

O Neocolonial, movimento originário no século XIX a XX, defendia a pureza das residências construídas no período de colonização e que representavam a identidade do país.

Muitos autores designam o Neocolonial como movimento amparado pelo Ecletismo, mas outros defendem esse movimento como único, separado do eclético, como o Neogótico também muitas vezes é colocado.

01248NOVD0404C02OscarNiemeyereLucioCosta.jpg

Lucio Costa formou-se em 1924, pela Escola de Belas artes do Rio de janeiro. Nessa caminhada aventurou-se por algumas localidades do pais, como Minas Gerais a fim de estudar as estruturas dos artefatos reproduzidos no período colonial e se tornou principal expoente do eixo no país.

Em 1930, porém, foi chamado a participar de reforma da Escola de Belas Artes e em 1936 a ser o principal pensador para o projeto do Ministério da Cultura e nessa empreitada junta-se a grande nomes, hoje reconhecidos pela arquitetura, como precursores do modernismo como Le Corbusier, Oscar Niemeyer, Affonso Eduardo Reidy, entre outros.

Nesse evento começam então a tratar de novas resoluções para a construção, próprias do modernismo, como o uso amplo de pilotis, para ajustar aos espaços, a concepção da forma e função na arquitetura e a simplicidade das construções, com janelas em fita e poucos ornamentos.

Segue-se então um novo momento da arquitetura com a ajuda de um grande sonhador, pesquisador e professor, que tornou-se expoente em dois períodos importantes e que ficará marcado para sempre na história com a concepção da cidade de Brasília e suas ideias de um planejamento antes então nunca empregado em solo brasileiro, o de construir uma cidade do zero, chegando assim ao auge do modernismo.

20121214220509742806u.jpg


Maria Eneida

Arquiteta e Urbanista, mas que busca nas artes e escrita, ou nas reflexões da vida, os conceitos para ser cada dia melhor, produzindo assim recortes escritos, sendo eles na construção do ser (o arquiteto de si) ou na tradução do olhar da vida, escrevendo assim, com enfoque no viver com a beleza, a bondade e a verdade. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/arquitetura// @obvious, @obvioushp //Maria Eneida