arquitetura é vida

A vida é arquitetura e a arquitetura é vida

Maria Eneida

Arquiteta e Urbanista, mas que busca nas artes e nas reflexões da vida os conceitos para ser cada dia melhor, produzindo uma melhor arquitetura, com enfoque no viver, avistando a beleza, a bondade e a verdade

Apaixone-se

Apaixone-se pelo clichê, porque no fim a vida é um grande clichê.


Adeus. Essas foram as últimas palavras proferidas e a intencionalidade descrevia no fim que o queria mesmo era dizer olá.

Todos os dias existem cenas dessas, cenas que despertam o melhor ou o pior de cada um. Pessoas que são deixadas, pessoas que vão desfrutar de sua liberdade, ou simplesmente pessoas que não sentiram o que deveriam sentir.

E depois de cada uma dessas cenas há de se indagar se a necessidade de se apaixonar encontra-se mesmo no sentido literal romântico empregado em sociedade.

Com um olhar mais amplo e mais afiado pode-se compreender que a paixão deve existir desde o ato de se abrir os olhos até o momento que sejam fechados a noite.

Clichê? Pode ser. Verdadeiro? Ainda o é.

12895536_1134172783283494_290245190_n.jpg

Quando se descobre a paixão dentro de si, não se encontram mais motivos de contemplar somente sentimentos avassaladores para com o ser amado, mas pode-se aliar o olhar a beleza existente dentro de si.

Muitas vezes a solidão cria dessa vertentes, mas equilibrando a capacidade de se apaixonar através de movimentos que a vida faz, onde o coração pulsa mais forte e mais confiante.

A solidão é amiga pois concede dentro de nós a capacidade da criação dos sentimentos, cada um que se torna co-criador ou protagonista da paixão e molda os melhores dizeres de adeus com a saudade do impacto do verde reluzente das folhas das árvores, dos raios solares emoldurando os rostos desconhecidos na rua, da paisagem incompleta da urbanidade, da névoa misteriosa que produz os mais belos sonhos e da liberdade constante de ser criativo.

Emoldurar-se no sentido da paixão de certo é um convite para a vida através de seus amores ou até mesmo nos seus dissabores, porém no fim a validade de se tornar um apaixonado é que constrói as constâncias inseguras da condição humana do viver.


Maria Eneida

Arquiteta e Urbanista, mas que busca nas artes e nas reflexões da vida os conceitos para ser cada dia melhor, produzindo uma melhor arquitetura, com enfoque no viver, avistando a beleza, a bondade e a verdade .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Maria Eneida