asas e segredos...

Porque o segredo é dar asas à criatividade!

Lucifrance Carvalhar

Escritora, sonhadora, amante da arte, literatura e da vida! Psicóloga, formada em Letras e Pedagogia e autora dos livros "Quando eu voltar a ser adolescente" e "Festa de Quinze Anos". Escreve poemas, contos e crônicas!

Grace e Frankie: um novo olhar sobre os relacionamentos

Quem disse que separações, amores e relacionamentos não podem ser vividos na terceira idade? Grace e Frankie, a nova série da Netflix, nos revela isso e que a vida pode ser bem vivida sempre!


Grace e Frankie.jpg

Grace e Frankie não é só uma série sobre relacionamentos. Ela nos traz questionamentos sobre as relações na terceira idade. Conta a história de dois casais, nos quais os homens assumem a relação homoafetiva após viverem 20 anos um caso paralelo em seus casamentos. A traição é escancarada, porém os casais não passam a viver uma relação de ódio ou desprezo!

São dois sócios que se apaixonam e decidem separar-se de suas esposas e casar-se após a legalização do casamento homoafetivo. Elas surtam, os filhos ficam chocados, mas mesmo assim eles decidem seguir em frente e serem felizes juntos, sem preconceito!

Grace e Frankie, embora seus maridos sejam sócios inseparáveis, nunca foram amigas, mas ao saírem de casa e irem para sua casa de praia, acabam se unindo porque seus maridos compraram a casa em sociedade, não lhes restando outra opção a não ser a de morarem juntas. Tudo isso aos 70 anos!

Entre desavenças e sem afinidades, elas decidem conviver e surge uma grande amizade.

Grace é vaidosa, polida, sofisticada, está sempre arrumada, com o cabelo impecável. Frankie é hippie, não tem vaidades, ama energia e usa outras “cositas” mais.

A relação entre elas cresce de tal forma que uma não consegue mais se imaginar sem a outra, viram grandes companheiras, mesmo com as enormes diferenças.

Inconformada, Grace vai em busca de relacionamentos em aplicativos na internet, mostrando que o amor não tem idade e que o medo de ficar sozinha pode atingir as mulheres em todas as idades! São vários encontros, inúmeras decepções, até ela encontrar por um acaso um velho amigo...

Enquanto isso, Frankie continua com a sua vida, fazendo as suas coisas cotidianas, não vai em busca de novos relacionamentos, resolve aprender a mexer no computador para interagir com seu programa predileto, já que na nova versão, eles pedem a interação do público.

Porém, a sua solidão se revela quando ela percebe que não tem companhia para assistir a seus programas favoritos como fazia com seu marido Sol, já que Grace possui outras prioridades.

Lágrimas e dores fazem parte, no entanto Grace e Frankie não se deixam abalar e vão em busca de soluções para suas vidas. Elas nos mostram que não é fácil, apesar da maturidade, mas que é possível ser feliz!

Isso tudo nos faz pensar que as relações, os términos de casamentos atingem a todos, independentemente da idade ou do tempo de convivência, porque mesmo estando na terceira idade, todos assumem suas vidas e seguem em frente, tendo que recomeçar e aprender a viver da melhor forma.

Há muitos questionamentos na série, porém tudo é feito de modo engraçado e leve, gostoso de assistir!

O despertar de um novo amor, a sexualidade são temas tratados com descontração e sutileza! Como é bom saber que uma mulher aos 70 anos continua linda, vaidosa, corpo escultural e com desejo, como é o caso de Grace.

Mas é bom ver as energizações, entre fumaças e risadas de Frankie, que também se vê desejada por um velho amigo seu, um jardineiro que vai cuidar de suas plantas em casa, despertando assim sua sexualidade, seu desejo e a vontade de se relacionar novamente!

Apesar de não ser vaidosa, Frankie é engraçada, tem uma concepção de vida bem-humorada, revela para nós o cotidiano, o companheirismo, a verdadeira amizade! Com tudo isso, ela transforma a vida de Grace, que se torna mais aberta para o mundo e para as relações!

São temas delicados na série, que são compartilhados com doçura, fazendo-nos perceber que términos e recomeços estão presentes nas nossas vidas e que não devemos ficar presos ao passado. Elas vivem o presente, mesmo com uma ponta de ansiedade no futuro!

Apesar de abordar sobre a terceira idade, a série não aborda sobre doenças ou morte, mas sim sobre a vida: a vida que pulsa, o coração que bate, que arrebenta o nosso peito entre decepções, amarguras, felicidade e satisfação, tudo isso com muita emoção!

Assistir à Grace e Frankie nos dá a sensação de que tudo é possível, que devemos sempre seguir, pois o amor é possível, a vida é movimento, temos os nossos desejos e cabe a nós irmos em busca do melhor!


Lucifrance Carvalhar

Escritora, sonhadora, amante da arte, literatura e da vida! Psicóloga, formada em Letras e Pedagogia e autora dos livros "Quando eu voltar a ser adolescente" e "Festa de Quinze Anos". Escreve poemas, contos e crônicas!.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @obvious, @obvioushp //Lucifrance Carvalhar