baú de idéias

A minha mente pensa e acumula experiências, ai tento traduzir isso em palavras.

Hamilton Toledo

A cada palavra, cada frase, cada texto, um novo conhecimento. Esse é o poder transformador da leitura. Entramos de cabeça nela e saímos diferentes! Ler é um exercício de enxergar com o coração e sentir com a alma.
[email protected]

SAÚDE E DOENÇA: QUANDO SE TEM UMA, SE ESQUECE DA OUTRA

A doença existe para ser curada ou talvez superada. A saúde existe para ser preservada. Só isso!


superação.jpg

É muito interessante a vida, quando estamos bem, temos uma tendência a não se preocupar com nada, muitas vezes focamos em nossos objetivos, sejam eles profissionais, nos relacionamentos, enfim, nada parece nos abalar. Muitas vezes não nos preocupamos nem com nossa alimentação. Principalmente quando somos jovens, tudo parece ser mais fácil, mais natural.

Para quem sempre teve uma saúde de ferro, pode até se comover quando vê ou ouve falar de alguém ou alguma doença, mas dali a pouco, já se esqueceu e continua sua rotina particular, continua fazendo as mesmas coisas, comendo as mesmas coisas, afinal, está se sentindo ótimo, isso não lhe atinge.

Por um outro lado, estão aqueles que já nasceram com algum tipo de problema ou doença, sempre se recordam tendo aqueles cuidados necessários, tomando aqueles remédios, fazendo aqueles exames, aquelas fisioterapias, enfim, não conseguem enxergar a vida de outra maneira, se acostumaram com as dificuldades, com a doença.

Quando estamos com saúde, trabalhando muito, no auge da carreira, é evidente que só pensamos em uma coisa: Sucesso, reconhecimento. Isso faz parte da vida. O que parece não fazer parte disso tudo, é que no meio do caminho, um problema grave surge, uma doença indesejável por todos, e agora José? De repente, parece que o chão se move em nossos pés, em questão de segundos o que era mil maravilhas, se escurece, fica turvo. A única pergunta que fica é: Porque isso aconteceu comigo?

Alguns daqueles que já nasceram com o problema ou com a doença, tomam uma decisão: Eu me aceito desse jeito e não tenho muito o que fazer, sou assim e pronto e vou tentar ser feliz assim. Muitos porém, tomam outra decisão: A minha doença não vai me limitar, vou fazer o que for possível e vou viver intensamente. Esses muitas vezes se tornam atletas, palestrantes, grandes profissionais. Nos dão uma lição de vida, mas nós que temos saúde, nos comovemos só por um instante e voltamos a nossa vida normal.

Muitas pessoas são acometidas por doenças ou acidentes, bem no auge da carreira, então o foco que era o trabalho e a família, passa a ser a doença. Só quem passou por um problema mais grave, sabe do que estou falando. Pois o ser humano só entende quando o problema é com ele. Neste caso, temos duas alternativas: Manter o foco na doença ou desviar o foco para a cura, para a saúde novamente. Têm pessoas que conseguem virar o jogo rapinho. Já outros, dependendo do caso, dos remédios que tomam, demoram mais tempo, talvez anos ou talvez nunca mais.

Se repararmos as pessoas de mais idade, vamos perceber que para a maioria, o foco delas está voltado para a doença. Se preocupam muito com as doenças que chegam. Quando falamos com elas, falam o tempo todo de doença. Doenças estas, muitas delas causadas pelo tipo de alimentação que tiveram a vida inteira. Mas existem pessoas nessa idade, que não dão a mínima para doença, estão sempre em movimento, nos bailes da terceira idade, sempre alegres, afinal a vida não pode parar.

Assim é a vida, movimento, foco, pensamento, hábitos. Quem tem saúde, deve se preocupar com sua alimentação, com seus hábitos, com a forma de encarar a própria vida. Tudo em excesso pode causar problemas no futuro, até trabalho. Quem está doente, lembre-se, seu pensamento deve ser sadio, com fé tudo se supera. A vida é feita de coisas boas e ruins. Não tem nenhum segredo, basta saber enfrentar as coisas ruins.


Hamilton Toledo

A cada palavra, cada frase, cada texto, um novo conhecimento. Esse é o poder transformador da leitura. Entramos de cabeça nela e saímos diferentes! Ler é um exercício de enxergar com o coração e sentir com a alma. [email protected]
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious //Hamilton Toledo