Thalita Monte Santo

Jornalista, fotógrafa e escritora. Gosta de passar para uma página em branco tudo aquilo que carrega no coração.

Carta para um alguém especial

Neste instante eu colho as flores que você plantou e rego as que vamos deixar para o nosso futuro colher. Tenho certeza que lá na frente ele também irá nos agradecer.


cartas para um alguém especial

Oi, como você está? Escrevo para dizer que cheguei bem. Parece que boa parte do que você sonhava se realizou, não é mesmo? Eu fico imensamente feliz por isso, pois mesmo sem saber e nem imaginar, hoje sou parte dos teus planos que foram arquitetados com esperança e amor.

Não faz tanto tempo assim, não é? Uns quatro ou cinco anos? Cinco, é foram cinco. Sei que algumas coisas não saíram como você queria. Entretanto, outras que não eram esperadas apareceram e te surpreenderam. Eu sei disso!

Tenho muito orgulho da sua trajetória. Apesar de tantas dificuldades, não deixou que cortassem seus galhos e nem mesmo suas raízes. Isso certamente te tornou mais forte, eu sei, eu sinto. Se formos avaliar os resultados desta meia década, acho que o balaço é positivo.

Muita coisa mudou em você também, e não foi só o cabelo, os horários, compromissos e o número do jeans – que você tanto gostava e hoje não lhe serve mais – mas a maturidade, até os planos. Se eu não me atentasse a essas mudanças, talvez agora nem lhe reconhecesse mais.

Olhando bem posso ver algumas marcas no seu rosto que antes não existiam. Elas, se você reparar, são a comprovação dos dias que passaram e um lembrete do que ainda está por vir.

Deu para perceber que hoje eu gosto mais de café? Que ando lendo mais? Te confesso que passei a sentir muitas dores nas costas e meu sono está leve. Bom, acho que deveríamos nos encontrar mais vezes, recordar juntas as lembranças que nos fizeram o que somos agora.

Obrigada por não ter se cansado. Por não ter parado no meio do caminho. Graças a você agora sou bem melhor. Quero te agradecer por tudo, até pelas burradas que cometeu, porque hoje eu já sei diferenciar o certo do que errado.

Neste instante eu colho as flores que você plantou e rego as que vamos deixar para o nosso futuro colher. Tenho certeza que lá na frente ele também irá nos agradecer.

Um grande beijo.

De: O que sou hoje

Para: O que fui no passado


Thalita Monte Santo

Jornalista, fotógrafa e escritora. Gosta de passar para uma página em branco tudo aquilo que carrega no coração. .
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// //Thalita Monte Santo