Thalita Monte Santo

Jornalista, fotógrafa e escritora. Gosta de passar para uma página em branco tudo aquilo que carrega no coração.

Cinco filmes com a fotografia perfeita para quem quer se inspirar

Você já parou para pensar que pode se inspirar em grandes clássicos do cinema nacional e internacional na hora de fazer uma boa fotografia?


Quando você começa a trabalhar com qualquer tipo de atividade que envolva o estudo da imagem, passa a observar, como nunca havia feito antes, as cenas ao seu redor. Com mais poesia nos olhos, qualquer cena cotidiana pode render algum tipo de inspiração, seja para a pintura de um quadro ou até mesmo uma fotografia artística. Mas e se você descobrisse que pode se inspirar com grandes clássicos do cinema nacional e internacional que possuem uma fotografia belíssima e impecável?

Confira algumas sugestões para você assistir e inflamar ainda mais a sua criatividade na hora de produzir uma boa imagem:

Elena (2012)

Elena - Petra Costa.jpg

Elena é um filme da diretora brasileira Petra Costa que conquistou os críticos nacionais quando foi lançado, em 2012. Emocionante, ultrapassa, e muito, a média geral dos documentários pessoais. Trata-se de uma viagem absolutamente pessoal da diretora em busca de uma irmã que pouco conheceu, a Elena. É um filme repleto de sensibilidade e que possui uma fotografia surpreendentemente bela.

O Fabuloso Destino de Amelie Poulain (2001)

amelie

O longa francês foi dirigido por Jean-Pierre Jeunet e distribuído pela Lumière. Conta a história da jovem e sonhadora Amelie, que após deixar a vida de subúrbio que levava com a família muda-se para o bairro parisiense de Montmartre, onde começa a trabalhar como garçonete. A fotografia do filme, rica em detalhes, traz um tom nostálgico através das cores esverdeadas da filmagem. Cheia de encantos, a fotografia do longa-metragem já inspirou diversos ensaios fotográficos pelo mundo e pode encher sua percepção de poesia.

Into the Wild (2007)

Into-the-Wild-2007.jpg

Escrito e dirigido por Sean Penn, o filme é uma adaptação do livro de não-ficção de mesmo nome de 1996 de Jon Krakauer. Ele estreou durante o Festival de Roma 2007 e mais tarde abriu em Fairbanks, Alaska, em 21 de setembro de 2007. Mais tarde foi nomeado para dois Globo de Ouro e ganhou o prêmio de Melhor Canção Original "Guaranteed" de Eddie Vedder. Sua fotografia busca sempre trazer à tona as dimensões e paisagens. É uma fonte riquíssima de inspiração para quem aprecia este tipo de imagem mais ampla e aberta.

Joana D'Arc (1999)

Joana D'Arc - o filme de Luc Besson.jpg

Com a direção de Luc Besson, o filme que traz uma das histórias mais emblemáticas da humanidade. A jovem guerreira Joana D’Arc, que se intitulava a "Donzela de Lorraine", tinha uma determinação inabalável e dizia que estava em uma missão divina, para libertar a França dos ingleses. Liderou um exército e lutou até o fim para atingir seus próprios objetivos. A fotografia deste longa-metragem, além de inspiradora, traz um tom poético e rico em detalhes que podem inspirar trabalhos até como os do fotojornalismo atual.

Central do Brasil (1998)

040-Central do  Brasil.jpg

O longa é um dos maiores sucessos do cinema brasileiro. Ao todo, foram mais de 30 prêmios internacionais para um retrato simples e honesto do povo brasileiro, que acabou quebrando barreiras idiomáticas e emocionando o mundo inteiro. Com uma fotografia impecável, o filme, que tem a direção de Walter Salles, envolve o momento em que Dora, uma senhora que trabalha escrevendo cartas para analfabetos na área da Central do Brasil encontra um garoto que quer conhecer o pai. É impossível não se hipnotizar com as cenas e a maestria com que o filme foi dirigido. Fotografias regionais podem ser inspiradas através dos detalhes desta obra.


Thalita Monte Santo

Jornalista, fotógrafa e escritora. Gosta de passar para uma página em branco tudo aquilo que carrega no coração. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/fotografia// @obvious, @obvioushp //Thalita Monte Santo