Thalita Monte Santo

Jornalista, fotógrafa e escritora. Gosta de passar para uma página em branco tudo aquilo que carrega no coração.

Não acomode seus sonhos

O sonho só passa realmente a existir quando está no lugar que você planejou para ele. Ou melhor, quando você pode senti-lo, como aquele soprinho íntimo de emoção que arranha o coração quando estamos completos.


Hoje, ao dar os parabéns a uma amiga, percebi que sempre uso o mesmo discurso para a maioria das pessoas. Meus votos de felicitação estão sempre repletos de amor, saúde, felicidades e sonhos realizados.

Analisando a conjunção na cabeça, percebi que realizar os sonhos é algo um tanto relativo. Varia de pessoa para pessoa – da vontade. Eu, vivo ouvindo dos outros: “meu sonho é ter aquilo”, “nossa, eu sonho desde criancinha com esta coisa”. Confesso que já usei também destas frases e até listinha de coisas que eu desejo, em um caderno, já fiz.

Num estalo, um pinguinho de reflexão bateu na minha cabeça após meus votos na rede social. Cheguei à conclusão de que se você sonha, tem que realizar. Os sonhos só merecem essa classificação se saírem do coração e tomarem forma, cor, estado, cheiro e até mesmo CEP. Se não, é mera vontade ou interesse momentâneo.

o-que-faco-com-sonhos.jpg

Intenção sem realização não é sonho de verdade. É só cobiça camuflada. Sonhar de verdade requer um combustível chamado ATITUDE. O primeiro passo para sonhar é acreditar que você pode e vai realizar, o resto é ação – força de vontade, ralação e foco.

Porém, percebi também uma coisa óbvia para quem sonha: as dificuldades! Pedras sempre aparecerão no caminho todas as vezes que você tentar ir mais longe. Elas surgem como uma provação, ou melhor dizendo, são como as fases de um vídeo game. Você precisa enfrentar as armadilhas, desvendar os mistérios, eliminar as barreiras, para só assim entrar em outra tela e, sucessivamente, zerar o jogo.

Infelizmente, um dos grandes empecilhos do sonhar é o comodismo. Uma das desculpas mais utilizadas é a falta de oportunidade, viciada em um esperar as coisas caírem do céu, ou brotarem da terra. “Quero tanto isso, mas ainda não tive a oportunidade”. Concordo que realmente muitas coisas só se realizam através de oportunidades, chances únicas que, como estrelas cadentes, muitas vezes são raras.

Mas ficar esperando o astro rasgar a imensidão do teto azul sobre nossas cabeças, ao invés de olhar os outros pontos de luz que se abrigam no escuro da noite, é perda de tempo. Quem sabe faz a hora e não espera acontecer, já dizia Vandré. Dos sonhos não desistimos nunca, muito menos esperamos realizarem-se sozinhos.

O sonho só passa realmente a existir quando está no lugar que você planejou para ele. Ou melhor, quando você pode senti-lo, como aquele soprinho íntimo de emoção que arranha o coração quando estamos completos. Sua vida só será extraordinária se você quiser e assim a fizer.


Thalita Monte Santo

Jornalista, fotógrafa e escritora. Gosta de passar para uma página em branco tudo aquilo que carrega no coração. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Thalita Monte Santo