brincando com letras

Sobre ver o mundo com um pouco mais de poesia

Ellen Pederçane

Fotógrafa que largou o escritório para se encontrar. Amo o amor e tudo que ele me traz. Tenho um coração meio nômade, com espaço pro mundo inteiro. Sonho despretensiosamente que minha brincadeira com as letras alcance corações por aí. Respiro para não pirar, medito para melhor sorrir.

Carta a você que vai chegar

Eu sei que você está
Só que não sei aonde
Na esquina de algum lugar
Nas curvas do Joá
Em pé no bonde
Ou em Londres

O dia de encontrar você - Pedro Viáfora e Celso Viáfora


casal-500x332.jpg Imagem: internet

Meu amor, existem algumas coisas que preciso lhe falar, afinal, você merece saber onde está chegando.Primeiramente, sim, eu sou bem romântica e não, não acredito que você seja minha alma gêmea e menos ainda metade de minha laranja. Sei bem que você também não é desse papo, não é a toa que vamos nos encontrar por aí. Também por isso sei que você sabe que não preciso de você, certo? E você também não precisa de mim, é claro. Apenas te garanto uma coisa: te escolherei todos os dias. A beleza do amor é ainda maior quando fugimos dessa dependência e vemos o que ele tem de mais profundo: dois seres completos transbordando.

Escuto músicas que já são nossas, acredito que em algum plano o “nós” já existe. Eu sou extremamente desafinada, mas as cantarei pra você de coração. Sei de nossas viagens, daquele réveillon que não sabemos se iremos à Santarém ou ao Lago Titicaca. Sei dos lugares no mundo que conheci e quero te mostrar cada um deles contando histórias enquanto a gente ri. Já sei a lista de shows que vamos aproveitar juntos e aquela playlist interminável que vamos fazer de trilha sonora da vida e já sei que você ama aquela música que pensei que só eu achava uma das mais lindas do mundo. Sei dos passos que daremos, das caminhadas nas praias e nos parques, de cada pôr do sol que veremos aqui e acolá. Conheço o brilho dos nossos olhos se encontrando, é daquelas coisas bonitas sabe?

Conheço sua voz e a cor dos seus olhos, imagino as conversas intermináveis que teremos enquanto fingimos que não há trabalho no dia seguinte. Sinto o cheiro daquela chuva de verão com a qual iremos nos banhar, aventureiros que só, sabendo que a rinite alérgica nos tocará a campainha de casa na mesma noite. Sei do que vejo em ti, antes mesmo de saber se já te olhei em algum caminho da estrada da vida. Já conheço seus olhos tanto quanto a palma das minhas mãos, ou até mais. Será um passatempo divertido olhar seus olhos castanhos nas noites chuvosas. Te darei minhas poesias nos dias festivos e também naqueles dias normais, porque gosto de celebrar minhas boas escolhas. Já imagino você contando, com brilho nos olhos, sobre aquele trabalho sonhado que vai fazer. Já sei das saudades que sentirei nas viagens e como chegarei tagarelando tudo que vi enquanto me afago em seus braços. Não sei tirar selfie, mas levo um tripé para nossas viagens e porque quero fotos lindas da gente, até naquela viagem de calmaria que a gente vai sair só pra deitar na grama e olhar o céu.

Já agradeço aquelas surpresas simples que farão dos nossos dias cinza mais belos. Do nosso bolo de chocolate favorito e dos dias que nosso jantar será aquela amada pizza e um bom vinho. Daqueles fins de semana onde fugiremos para ter conversas existenciais sobre um livro que amamos ou para falar da beleza do céu azul nas cidades do interior. Aqueles dias que a gente vai fazer piada de tudo, para atravessar o sinal da avenida sem se perder no mundo de gente vindo de cá e indo pra lá no caos da cidade. Já ouço as gargalhadas dos seus amigos que serão tão meus. Já vejo meus amigos mais incríveis sendo tão seus.

Sinto sua alma como se fosse aquela respiração ofegante de ansiedade, tão presente, tão forte, tão sua. Sinto que me chamam de louca por eu te conhecer sem nunca ter te visto e saber que qualquer hora eu terei que escolher uma vida com você. A gente se buscou dentro da gente, fica inevitável esse encontro. Sem fogos, sem festas, sem promessas vãs e frases piegas, só olhos nos olhos e certezas cheias de dúvidas. Apenas sei que você também sabe. Apenas sinto que você também sente. Sem datas, sem firulas, sem pressa. Nosso encontro será um presente quando for o tempo. Os melhores encontros não tem hora marcada. Siga vivendo seu melhor sorriso, por aqui tudo caminha bem. Se cuide, se conheça, se reinvente. Sigo não te esperando, simplesmente me parece mais divertidas as surpresas que a vida traz. Afinal, como diz Julio Cortázar: “Andávamos sem nos procurar, mas sabendo sempre que andávamos para nos encontrar.”. Sigamos caminhando...


Ellen Pederçane

Fotógrafa que largou o escritório para se encontrar. Amo o amor e tudo que ele me traz. Tenho um coração meio nômade, com espaço pro mundo inteiro. Sonho despretensiosamente que minha brincadeira com as letras alcance corações por aí. Respiro para não pirar, medito para melhor sorrir. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Ellen Pederçane