carlos.alves

Sem medo de errar

Carlos Beloto

Cinéfilo sem cura, amante da indústria cultural e apaixonado pelo conhecimento

  • mulher bonita.jpg
    O homem limitado por si mesmo

    Ficou uns meses num estado de autopiedade. Aos poucos, no entanto, foi se recuperando e se resignou com aquela situação. A sociedade era daquele jeito e não pretendia mudá-la.

  • imprensa ética.jpg
    Ler jornal ficou difícil. Estudar, mais ainda!

    Evidentemente, não se pode ser ingênuo ao imaginar que o Estado terá preocupação em incentivar que os meios de comunicação, no caso, o jornalismo em questão, sejam detentores de profissionais voltados para a disseminação de informação crítica, e que busque conceder uma educação que forme indivíduos pensantes, reflexivos. Com isso, não quero dizer que não há um jornalismo sério e que não exista educadores desejosos em formar cidadãos de verdade. O problema é que, uma vez no poder, uma pessoa ou grupo fará o possível para se manter no poder. Imprensa livre e educação de qualidade são armas contra quem está no poder. Lembrando que não se trata apenas do poder estatal. Também o poder econômico fará o mesmo pelas mesmas razões.

  • PTx_PSDB.jpg
    Brasil e sua berlinda moral

    A solução só pode vir quando o povo entender que ele deve ser o protagonista de sua história. Será possível que um dia o povo possa ter esse grau de consciência?

  • beyoncé 1.png
    O dia em que me apaixonei perdidamente pela Beyoncé

    Beyoncé, certamente, não será lembrada só pelo seu talento e beleza. A sua coragem e compromisso na luta contra o racismo, nos Estados Unidos, vai lhe render elogios, mas também críticas de uma sociedade que insiste em manter um espírito fascista disfarçado de democracia.

  • amizade-unica.png
    As quatro meninas

    A vida vale a pena porque existe amizade. Sim, o ponto que me chamou mais atenção, é o que as liga tão profundamente: serem amigas. Não amiguinhas, mas amigas mesmo. Posso dizer, com propriedade, que não se trata de um relacionamento efêmero, que daqui a 10 anos não terá significado nenhum o que as uniu, durante o período que estiveram na escola. Trata-se do mais profundo dos sentimentos que um ser humano pode ter: philos, ou, em outras palavras, o amor fraternal.

  • amizade i.jpg
    QUE TENHAMOS A CORAGEM DE DEMONSTRAR AMOR AOS OUTROS!

    Não percebi, de verdade, a beleza do instante de ter um amigo que não mediu esforços em ser amigo: aquele que, num gesto de coragem, se opõe contra os que querem seu mal, mas que, com a mesma coragem, não hesitaria em me censurar diante algum erro que eu pudesse cometer.

  • educação 3.png
    As investidas contra a Educação

    A possibilidade da educação sofrer um retrocesso é muito grande. O sistema atual de ensino é ruim, mas tende a piorar à medida em que surgem grupos interessados somente em administrar as verbas públicas destinadas a educação, e a interferência de grupos sectários em não permitir que o ensino avance rumo ao respeito humano e às suas diferenças.

  • boat-migrants.jpg
    "Cada um em seu lugar": a Europa e os refugiados

    Certa vez, ao ler uma reportagem num site de um grande jornal sobre a França dificultar a entrada de tunisianos em seu território, causando sérios problemas, comecei a ler as opiniões dos leitores. Diga-se de passagem, amo (e odeio) fazer tais leituras, pois é ali que se conhece o que as pessoas realmente pensam. E foi num comentário que percebi o quanto deve ser difícil ser um refugiado. Explico: alguém havia comentado que se as pessoas querem obter uma vida melhor, devem fazer isso em seus próprios países, "cada um no seu lugar". E o comentário recebeu muitas curtidas. Achei interessante e quis opinar também. Todo mundo gosta de dizer algo, mas a maioria nunca reflete antes de falar ou escrever. Infelizmente, eu não estava cadastrado para comentar também. Daí, fiquei com um nó atravessado na garganta.

  • felicidade 4.jpg
    Não precisamos do outro para sermos felizes

    A felicidade só terá possibilidade de existir, mesmo de forma efêmera, quando aprendermos a ser autossuficientes, afetivamente falando. E isso não pode ser confundido com egoísmo, voltado pra si, apenas. Ser autossuficiente, do ponto de vista afetivo, quer dizer não esperar que um(a) outro(a) seja a sua meta. O fim último devemos ser nós mesmos. Assim, poderemos, inclusive conseguir amar o outro ou outra, de forma incondicional.

  • anarquismo 1.jpg
    Um pequeno esboço sobre o que é o anarquismo

    Há um preconceito, que se fortaleceu após o surgimento das redes sociais e dos debates que passaram a ter nelas, de que pessoas adeptas às ideias de direita são ignorantes, que não entendem conceitos básicos tais como "socialismo", "bolivarianismo", "comunismo" e até mesmo "liberalismo". Já, as de esquerda, detém perfeito domínio de tais conceitos, dentro outros. No entanto, ao ver certas opiniões emitidas por algumas pessoas sobre o pensamento esquerdista, percebi que a tal "ignorância" não é próprio somente de indivíduos da direita (lembrando que tem muitas pessoas de direita altamente inteligentes). Muita gente que defende a esquerda equivoca-se ao tentar definir conceitos tais como o anarquismo e suas várias correntes. O que me deixou perplexo e indignado diante da falta de informações simples. Diante disso, decidi publicar esse texto que escrevi há alguns anos, um pouco incompleto, mas que pode elucidar um pouco o que é o anarquismo e seus objetivos. Ele não é imparcial, mas, em nenhum momento, pretende ser doutrinador. Muito pelo contrário, deseja levar ao debate uma corrente pouco conhecida, mas que vem influenciando uma parcela de jovens que não concordam com o neoliberalismo, mas que se recusam a aceitar princípios autoritários de grupos de esquerda. Então, vamos lá!

  • prosperidade x compartilhar.jpg
    Religião: ainda é possível torná-la humanizadora para aproximarmos de Deus?

    Na verdade, se fizermos uma leitura mais abrangente, perceberemos que a religião só causou grandes problemas quando ela se apropriou de um discurso hierárquico e patriarcal e, consequentemente, justificou práticas de opressão. Desta maneira, ao formarem-se grupos que tinham o poder econômico, político e intelectual, dentro das religiões, que passaram a ser instrumentos de controle e manutenção de poder, diversas facções religiosas assumiram, estrategicamente falando, um grande papel ideologizante.

  • filosofia.png
    A caverna na qual insistimos em permanecer

    Acredito que se fosse dado a todos os seres humanos a oportunidade de pensar da maneira mais autônoma possível, teríamos saído da caverna (referência ao mundo das aparências), conforme Platão ilustra em sua obra A República, na passagem sobre o “Mito da Caverna”. A grande questão é: Estamos dispostos a sair de nossas cavernas e nos deixar guiar pela luz do sol que ilumina o mundo exterior a essas cavernas?

  • angela_davis_antiga_reprodução_0.gif
    Dia 8 de março, uma farsa contra a mulher

    “As mulheres de nossos dias estão prestes a destruir o mito do "eterno feminino": a donzela ingênua, a virgem profissional, a mulher que valoriza o preço do coquetismo, a caçadora de maridos, a mãe absorvente, a fragilidade erguida como escudo contra a agressão masculina. Elas começam a afirmar sua independência ante o homem; não sem dificuldades e angústias porque, educadas por mulheres num gineceu socialmente admitido, seu destino normal seria o casamento que as transformaria em objeto da supremacia masculina”. (Simone de Beauvoir, O Segundo Sexo)

  • A-Mulher-De-Preto-2-Anjo-Da-Morte-5.jpg
    A mulher de preto: outra maldição na forma feminina

    “Culpa”, a base do sentimento que, nas religiões ocidentais, pode nos conduzir ao paraíso, por meio do arrependimento, ou a danação eterna (não só da própria pessoa, como também de outros). E, no caso das mulheres, elas são mais destacadas. Mesmo quando sabemos que todos são submetidos a isso, no sexo feminino é dado uma maior ênfase a essa culpa.

  • a-onda2.jpg
    A onda, a escola, a mídia e o fascismo

    A escola e a mídia podem tornar-se instrumentos na formação de uma sociedade nazifascista, num contexto em que não existe um diálogo que leve os indivíduos à reflexão e à crítica.

Site Meter