carpinteiros do universo

Fatias das delícias e insanidades do nosso cotidiano.

Bruna Girardi Dalmas

Não existe uma pílula para cada problema de nossas existências. Mas, ficar estacionado em nossas zonas de conforto não é a melhor saída. Vai ficar aí estacionado ou vai desenvolver algo criativo? Aqui você encontrará pílulas de inteligência embaladas em recortes dos mais variados temas para sacudir o cotidiano e preenche-lo de cores bonitas.

trolls

Trolls uma animação colorida, divertida e contagiante. A felicidade está dentro de cada um para encontrá-la é preciso olhar para dentro a fim de despertar.


download (1).jpg

Trolls

O que a maioria de nós pensa ao ouvir a palavra Trolls provavelmente, são criaturas feias e gigantes. Na realidade nesta animação eles são fofos, cantantes, coloridos, bondosos e extremamente alegres.

Um dia o mundo deles é invadido por criaturas malignas, Bergens. Esses são rabugentos e incapazes de encontrar a felicidade, mas descobrem que se devorarem as fofas criaturas Trolls se tornarão felizes. No meio de uma invasão, o rei dos Trolls consegue salvar toda a população. Vinte anos se passaram e Poppy, a filha do rei, decide dar uma festa capaz de ser escutada pelos temidos inimigos. Será que ela terá que contar com a amiga do único Troll que não se rendeu à felicidade, Ramo.

Uma das peculiaridades é rir dos próprios personagens. Poppy acredita que a cura para qualquer problema é abraçar, cantar e fazer colagens. A sua ingenuidade é tão terna que nos faz remeter aos tempos de criança que todos os problemas se resumiam a joelhos ralados e castigos sem sorvete. A parte hilariante é o medo dramático, porém realista de Ramo que desconstrói o mundo colorido e feliz de Poppy.

Uma das coisas mais bacanas do filme é a trilha sonora que reúne diversas músicas da cultura pop: pop (Total Eclipse of the Heart da Bonnie Tyler, Hello do Lionel Richiel, True Colors da Cyndi Lauper, entre outras). Para quem for ver o filme na versão dublada, achará engraçado pela tradução um tanto ao pé da letra, mas por se tratar de um filme para crianças tudo se torna válido. Mas há sessões legendadas onde se pode usufruir das canções em seus originais.

Um das criaturas mais fofas das quais muitos de nós iremos se identificar é a apaixonada Bridget, uma Bergen que é apaixonada pelo rei. Por ser apenas uma serviçal acha que seu amor nunca será correspondido. Tudo pode vir a mudar com a visita inusitada dos Trolls em sua vida. Mais do que isso, trará a essência do filme. A felicidade está dentro de nós, não é devorando pequenas criaturas como os Trolls que encontremos a felicidade.

Ou seja, não é usando a cabeça dos outros como degrau que iremos nos tornar felizes. Todos nós temos dentro de nós a felicidade, mas muitas vezes achamos que só seremos felizes nos abastecendo das coisas externas, do que consumimos. Outras vezes, achamos que nascemos potencialmente infelizes e que não há nada que nos fará encontrar a tal felicidade. Mas, às , a felicidade está lá no fundo, basta remexer, mudar um pouco, a fim de encontrá-la.

Cada um dos personagens desta divertida animação encontrou a felicidade ao seu modo até mesmo os rabugentos Bergens até o ansioso Ramo. Um filme alegre, colorido e divertido, com um enredo simples. Leva em conta a famosa moral que tanto falta em alguns desenhos. Agrada dos baixinhos, aos mais velhos. Já que as melhores coisas da vida são de graça, nada melhor que relembrar que a felicidade está ao alcance do coração e não tanto das mão, o possuir.

Podem ir ao cinema acompanhado das crianças ou sozinho mesmo. Sem nenhum constrangimento. Só cuidado, o filme tem, um único efeito colateral: sair com uma imensa vontade de abraçar a toda hora.


Bruna Girardi Dalmas

Não existe uma pílula para cada problema de nossas existências. Mas, ficar estacionado em nossas zonas de conforto não é a melhor saída. Vai ficar aí estacionado ou vai desenvolver algo criativo? Aqui você encontrará pílulas de inteligência embaladas em recortes dos mais variados temas para sacudir o cotidiano e preenche-lo de cores bonitas..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// //Bruna Girardi Dalmas