carpinteiros do universo

Fatias das delícias e insanidades do nosso cotidiano.

Bruna Girardi Dalmas

Não existe uma pílula para cada problema de nossas existências. Mas, ficar estacionado em nossas zonas de conforto não é a melhor saída. Vai ficar aí estacionado ou vai desenvolver algo criativo? Aqui você encontrará pílulas de inteligência embaladas em recortes dos mais variados temas para sacudir o cotidiano e preenche-lo de cores bonitas.

Saía Sozinho


cinema.jpg

Faça um favor a si mesmo vá no cinema sozinho. Faça uma viagem sozinho. Saboreie um café sozinho. É um ato libertador e revolucionário. Nem sempre precisamos estar acompanhados. Mas temos mesmo que aprender a desfrutar da nossa própria companhia.

A primeira vez que fui ao cinema sozinha estava na adolescência por volta dos 16, levei um fora de um menino. Ele não apareceu, ao invés de ir para casa me lamentar, fui ver o filme mesmo assim. Acompanhada por uma barra de chocolate. A primeira vez que de fato apreciei a minha própria companhia. Depois disso pelo menos uma vez por mês vou ao cinema sozinha. Gosto de filmes alternativos e adoro frequentar um dos poucos cinemas de rua que ainda a minha cidade comporta.

Seja ir ao cinema. Seja tomar café em algum lugar bacana.Seja para dar uma volta caminhando pela cidade.Seja para ficar em casa fazendo alguma coisa que realmente goste. Seja como for, cada um de nós deveria exercitar a sua própria individualidade. Aprender de verdade o que gosta de fazer sem que isso seja acompanhado por outra pessoa. Bacana ter a companhia dos outros, mas poder estar de boas com sua própria companhia é libertador. Nem sempre precisamos estar acompanhados para nos sentirmos plenos.

Sugiro que cada um de nós eleja uma atividade para fazer sozinho. Pode ser algo extremamente simples como ir ao mercado, ou dar uma volta na quadra, mas tente fazer isso por você. Apreciar a nossa própria solidão, ou seja, poder estar a sós com nós mesmos possibilita o autoconhecimento. Já que estaremos experimentando novas formas de saber o que gostamos, não gostamos e o que podemos experimentar de novidades. Uma ferramenta poderosa para que até possamos nos sentir mais confiantes, mais donos de nós mesmos para podermos depois desfrutar da companhia dos outros.

Estou dentro de um relacionamento onde a individualidade é preservada. Temos gostos em comuns e partilhamos de momentos juntos, mas cada de um de nós tem seu próprio espaço. Suas próprias atividades, gostos e particularidades que nem sempre são divididas. Cada um tem uma forma particular de passar o seu tempo livre, cada um tem seus passatempos e há um respeito pelo mundo do outro. Com isso, os gostos que são compartilhados foram construídos juntos. Partilhamos de gostos em comum, mas partimos do princípio que é essencial respeitar o universo um do outro. Com isso, poder existir ao lado do outro complementando a existência e não completando.

Estar em um relacionamento assim me possibilita poder investir no meu tempo livre. Apreciar o tempo comigo mesma faz que eu consiga estar mais inteira quando estiver acompanhada. Sugiro que cada um de nós possa experienciar alguma atividade sozinho a fim de desenvolver a individualidade.


Bruna Girardi Dalmas

Não existe uma pílula para cada problema de nossas existências. Mas, ficar estacionado em nossas zonas de conforto não é a melhor saída. Vai ficar aí estacionado ou vai desenvolver algo criativo? Aqui você encontrará pílulas de inteligência embaladas em recortes dos mais variados temas para sacudir o cotidiano e preenche-lo de cores bonitas..
Saiba como escrever na obvious.
version 6/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Bruna Girardi Dalmas