carpinteiros do universo

Fatias das delícias e insanidades do nosso cotidiano.

Bruna Girardi Dalmas

Não existe uma pílula para cada problema de nossas existências. Mas, ficar estacionado em nossas zonas de conforto não é a melhor saída. Vai ficar aí estacionado ou vai desenvolver algo criativo? Aqui você encontrará pílulas de inteligência embaladas em recortes dos mais variados temas para sacudir o cotidiano e preenche-lo de cores bonitas.

Um pouco de empatia por favor


36498304_2101668400097804_4175405869019693056_n.jpg

Mudar velhos hábitos. Superar algumas partes complicadas. Elaborar algumas situações. Poder descortinar alguns medos. Tudo isso faz parte de algo chamado aprendizado que se constrói ao longo de toda vida.

Tarefa complicada, entender que sempre estamos aprendendo algo. Ou seja, todos os dias é torna um convite para um novo recomeço. Para criar novas perspectivas. Tudo isso faz parte de estar sempre evoluindo. O que acontece muitas vezes é que ficamos engessados em nossas posicionamentos, nos tonarmos incapazes de aceitar o que nos é diferente e acabamos por não tolerar o que nos soa divergente. Mas o que notamos nos tempos atuais é uma opressão das ideias contrárias carregadas por discursos de ódio e acusações. O que permeia nos relacionamentos é a ignorância seguida pela falta de empatia. A escassez de respeito, carecemos de humanidade e estamos longes do bom senso. Tudo isso, atrapalha o nosso aprendizado e cria mais barreiras para que se possa evoluir de fato.

Perdemos a noção de que o outro ao nosso lado pode ser de direita, de esquerda ou de lado nenhum, mas ele continua sendo um ser humano. As pessoas são muito mais do que os partidos que apoiam. Muitos mais do que as ideias de que simpatizam. O ser humano deveria vir em primeiro lugar, muito antes do que ele pensa ou faz. Sem querer falar apenas do período eleitoral do qual estamos passando, o que esta acontecendo é apenas um reflexo do tipo de sociedade estamos formando. Um universo povoado por ódio, noticias falsas e desumanidade. Talvez se cada um se lembrasse que por trás de cada pessoa que se manifesta há um ser humano Este pode ser completamente diferentes da gente, pode ser que ele pense da forma contrária da nossa e até mesmo ele pode ser desrespeitoso, mas ele é um ser humano. Mas, parece que esquecemos da nossa humanidade. Deixamos de lado a nossa empatia. Queremos apenas que o outro pense como gente. Somos intolerantes a qualquer opinião diferente da nossa. Com isso, descemos vários degraus na nossa escala evolutiva.

Só vamos aprender de fato a criar novas perspectivas, Elaborar algumas situações. Descortinar medos.Se pararmos e refletirmos qual está sendo a nossa postura com a gente mesmo e com os outros que nos cercam. Exercitar o dialogo interior será fundamental para alcançarmos um nível elevado de autoconhecimento. Este nos dará o combustível necessário para o amadurecimento. Permita-se observar de que forma você está agindo e também de que forma o outro age. Que este exercício se estenda para muito além do período eleitoral, que ele se estenda durante toda a jornada. Estar munido de respeito, empatia, tolerância e respeito é fundamental. Só iremos construir um aprendizado se soubermos olhar mais para gente mesmo a fim de que possamos despertar. Para poder tocar o mundo do outro com gentileza. O outro pode pensar diferente, agir e até mesmo tomar atitudes diferentes, mas se estivermos munidos por estes itens, a convivência se torna bem mais simples. Com isso, não quer dizer que seja fácil, mas é uma construção que pode levar uma vida inteira.

O processo de aprendizado se dá durante toda a existência Fundamental treinar a empatia, o respeito, a gentileza e o bom senso. Pode se manifestar e até mesmo expor ideias, mas é preciso deixar a violência de lado e estar aberto as opiniões divergentes. Fácil? Nem um pouco, mas é um caminho necessário a ser seguido. Afinal como podemos querer que nos tratem de forma humana se somos desumanos? Como queremos ser tratados com respeito se somos desrespeitosos? Como queremos ser tratados com gentileza se somos rudes? Tudo passa pela empatia e esta pode ser treinada todos os dias.


Bruna Girardi Dalmas

Não existe uma pílula para cada problema de nossas existências. Mas, ficar estacionado em nossas zonas de conforto não é a melhor saída. Vai ficar aí estacionado ou vai desenvolver algo criativo? Aqui você encontrará pílulas de inteligência embaladas em recortes dos mais variados temas para sacudir o cotidiano e preenche-lo de cores bonitas..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Bruna Girardi Dalmas