Luísa Aranha

Luísa Aranha é gaúcha, nascida em Porto Alegre. Formada em jornalismo pela Universidade Federal do Pampa e autora do blog Causos & Prosas.

E viveram felizes para sempre ou só viveram

Histórias de amor perfeitas só existem em contos de fada. O problema é quando nós fazemos questão de tornar novas histórias imperfeitas porque alguém nos destruiu antes.


Shrek4-Cena2.jpgEu adoro histórias de amor com final feliz, tipo viveram felizes pra sempre, sabe?! Acho mais linda ainda quando o casal se conhece na escola e são o primeiro amor... Nossa! É tão fofo, lindo e perfeito que chega a enjoar. Mas o fato é que a maioria esmagadora das histórias de amor da vida real não é assim. Algumas não acabam bem, outras não são perfeitas e algumas nem acabam.

A verdade é que a maioria das pessoas vive um monte de histórias até encontrar o seu final feliz ou simplesmente final. Não é péssimo. Essas histórias que acontecem na vida da gente, antes do príncipe encantado são, normalmente, de dois tipos: ou alguém que ferra com nossa vida ou a gente ferrando a vida de alguém. Claro, tem as exceções que acabam bem e todo mundo feliz com o término, mas são raras. Tão raras quanto os amores escolares a primeira vista.

As que ferram a vida da gente são clichês: um cara e uma garota (ou dois caras ou duas garotas, tanto faz), se conhecem, se gostam, vivem intensamente mas ele é problemático demais, alguém ferrou a vida dele antes, ele tem mil problemas de auto estima e voilà! Ele te ferra completamente e você acha que nunca vai superar... Que o mundo vai acabar e que você nunca mais amará alguém igual a ele e que nada na vida tem sentido sem ele. De alguma forma você pensa que se tivesse uma chance seria capaz de perdoa-lo e consertar, seja lá o que está quebrado nele. Mas ele fez sua escolha e te deixou. E você fica completamente abandonada, carente, fodida e jura pra si mesmo que nunca, nunca mais vai se entregar assim para outra pessoa. E então você decide que agora você será a malvada dos relacionamentos.

Aí vem o próximo, aquele que tem tudo pra ser o príncipe encantado. Mas sabe?! Ele é tão querido, meigo, atencioso e faz tudo por ti que você estranha e pá! Ferra a vida do cara deixando ele pra trás por algum outro canalha que vai te ferrar. E parabéns! Você acabou de transformar o príncipe no próximo canalha da vida de alguém. E você só faz isso porque aquele outro cara tinha te ferrado quando você foi boazinha, então para não deixar o mundo tão desigual você precisa fazer isso por outra pessoa. Quanta sabedoria a nossa, não é?!

Nenhum de nós nasce pra destruir a vida de outra pessoa, mas em algum momento da vida a história sempre se repete em ciclos. Eu me entrego de coração, o cara me ferra e então o próximo que se entrega de coração eu ferro com ele, porque né?! Se eu fui ferrada preciso ferrar alguém e assim, criamos cada vez mais pessoas no mundo complexadas e com problemas de relacionamento. Bela forma de transformar o mundo num lugar melhor. E sério... Se você está lendo isso e pensando que você está a ponto de fuder com a vida e auto estima de alguém porque você foi massacrado por outra pessoa, pare! Procura um psicólogo, psiquiatra, meditação, yoga ou qualquer outra coisa, mas não, não ferra alguém porque você está magoada. Lembre-se sempre que todo o canalha um dia foi o príncipe encantado de uma menina má.

Então um dia você já se machucou demais, já magoou demais outras pessoas e conhece um cara. Normal, com nenhuma característica de príncipe encantado, nada a ver com nenhum outro que já passou pela sua cama, opa, vida é que você considera que vai ser apenas mais um casinho de verão. E quando menos espera... Fudeu! Ele é o cara certo! Ou o errado, mas é o seu número! E aí vocês vivem felizes para sempre, ou apenas vivem porque felizes pra sempre é água com açúcar demais e a vida é uma grande montanha russa de altos e baixos.

E as histórias de amor perfeitas? Elas continuam nos livros, nos filmes e na imaginação adolescente das meninas. Porque a vida real é hardcore e não teria a menor graça se não fosse assim.


Luísa Aranha

Luísa Aranha é gaúcha, nascida em Porto Alegre. Formada em jornalismo pela Universidade Federal do Pampa e autora do blog Causos & Prosas. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious //Luísa Aranha