celeste frança

Insights e expurgos, um pouco de tudo que não pude calar.

Celeste França

Pernambucana de coração e nascimento e escritora por impossibilidade de guardar pra si seus pensamentos

Penny Dreadful: A nova cara do terror

Drama, horror e fantasia na Inglaterra da era Vitoriana: Penny Dreadful parece ser fruto de um encontro entre mestres consagrados da literatura!


Os Penny dreadfuls, conhecidos como centavos de terror, eram um sucesso na Inglaterra do século 19. Hoje o seriado que leva o nome atribuído a esses famosos contos, tem recebido críticas muito positivas dos fãs do gênero.Eu tenho algumas paixões cinematográficas, alguns atores são simplesmente tão bons no que fazem, que a simples menção do seu nome nos faz querer assistir, e no caso dos seriados, acompanhar a trama onde o ator ou atriz alvo de sua paixão cinematográfica está inserido.

Quando vi Eva Green em um cartaz de Penny Dreadful, e vale dizer que foi a primeira vez que vi alguma referência à série, eu sabia que precisava assistir. Eva interpreta a intrigante Vanessa Ives, uma jovem protegida de Sir Malcon Murray, que busca com a ajuda de Miss Ives, por sua filha Mina Murray (que por sua vez era amiga de infância de Vanessa), que teria sido levada por uma criatura das trevas.

10.jpg

Vanessa Ives é uma médium atormentada pelo que parece ser o diabo em pessoa, e também por alguns acontecimentos do seu passado. A busca por sua amiga Mina é parte da sua cruzada pessoal por redenção, na verdade, cada personagem que é apresentado na série, parece ter seus próprios demônios, o que dá ao enredo um toque de drama, que deixa o expectador sempre ansioso pelo próximo capítulo, pela próxima descoberta, por desvendar o enigma de tantos personagens cativantes e cheios de segredos.

Tumblr_n5xggaTBQV1qcv6i8o1_500.png

A busca por Mina começa com Sir Malcon, Vanessa Ives e Sembene, um criado e amigo de longa data de Sir Malcon, cuja lealdade é inquestionável. O grupo cresce com a chegada do americano Ethan Chandler, um grande atirador com um passado desconhecido, mas que se torna um aliado importante para o grupo, e para compor o que falta do time, há o jovem doutor Victor Frankenstein.

o-PENNY-DREADFUL-facebook.jpg

Mas nem só da busca por Mina Murray vive o seriado, o elenco secundário está longe de ser menos interessante que os personagens apresentados à cima, pelo contrário; o jovem, belo e vanguardista Dorian Gray é um dos exemplos. O Dorian apresentado na trama é um homem que busca o impossível: Algo que ele ainda não tenha experimentado, e nessa busca, ele se depara com a beleza, com um fascínio pelo grotesco e por tudo que é tão misterioso quanto o próprio Dorian.

Há também o excêntrico Ferdinand Lyle, um egiptólogo que em alguns momentos não sabe bem onde se encontra sua lealdade, e também o atormentado John Clare, uma criação do doutor Victor Frankenstein, que vive as agruras de encontrar pra si um lugar no mundo.

Na outra mão da série encabeçando as forças do mal, temos Miss Poole, uma dama acima de qualquer suspeita e uma bruxa poderosa, que conta com a ajuda de suas três protegidas, chamadas nightcomers. Nos resta a dúvida sobre quais são as verdadeiras intenções de Miss Poole, destruir a pequena escorpião, ou trazê-la para o lado das trevas de forma definitiva.

Os responsáveis por Penny Dreadful são John Logan e Sam Mendes, não consigo deixar de imaginar o quão incrível deve ter sido realizar façanha de reunir num seriado que é considerado por muitos críticos como a nova cara do horror, personagens incríveis de autores diferentes como: Mina Murray, Drácula e Van Helsing de Bram Stoker, Victor Frankenstein de Mary Shelley e Dorian Gray de Oscar Wilde.

Às vezes tenho a impressão de que as ideias geniais caminham muito próximas às falhas épicas, e fazer com que as obras de Stoker, Shelley e Wilde conversem entre si, é para mim uma dessas ideias loucas e geniais, e a ousadia poderia custar furos na trama, entretanto, todos esses personagens funcionam muito bem na Londres da era Vitoriana. Uma grande ideia, um super elenco e muito mistério colocaram Penny Dreadful no meu top five de seriados. Bem, creio que é impossível dizer mais sem que haja spoilers no texto,aos amantes do gênero só posso acrescentar: Vale a pena!E a terceira temporada já está confirmada.


Celeste França

Pernambucana de coração e nascimento e escritora por impossibilidade de guardar pra si seus pensamentos.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Celeste França