Leticia Franco

Médica Veterinária, apaixonada por mitologia, Tolkien, C.S Lewis e Neil Gaiman. Gosto de tomar chá enquanto escuto uma boa conversa.

Atemporalidade de Clarice Lispector no conto "Obsessão"

Clarice Lispector utiliza o poder da literatura para mostrar ao leitor assuntos de extrema importância que precisam ser discutidos. Dessa forma, no conto “Obsessão”, o relacionamento abusivo é tema central dessa narrativa atemporal.


PhotoGrid_1439751271668.jpg

Não é fácil admitir estar em um relacionamento abusivo, muito menos perceber em que momento tudo começou, geralmente vem acompanhado da falta de amor próprio, de ver o parceiro como um ser superior. A insegurança faz com que as pessoas fiquem mais suscetíveis a esse tipo de relacionamento.

É nesse contexto que Clarice Lispector nos brinda com um conto atemporal, introspectivo e de suma importância. O conto começa mostrando a simplicidade de Cristina, moça do interior que se casa aos 19 anos e se vê absorvida em uma rotina vazia. Cansada da mesmice da vida pacata, ela começa a questionar a própria felicidade.

Às vezes, melancolia sem causa escurecia-me o rosto, uma saudade morna e incompreensível de épocas nunca vividas me habitava. Nada romântica, afastava-as logo como a um sentimento inútil que não se liga às coisas realmente importantes. Quais? Não as definia bem e englobava-as na expressão ambígua "coisas da vida".

Ao contrair febre tifóide, Cristina vai para Belo Horizonte tratar da saúde. Na nova cidade, sem o marido e os habituais vizinhos os quais ela denominava "multidão dos de olhos fechados", ela passa a despertar para o mundo. Na pensão em que fica hospedada, conhece Daniel, um jovem boêmio que estimula nela o interesse pelo novo.

Daniel era o perigo. E para ele eu caminhava.

Cristina começa a ver Daniel como um professor, ele era inteligente e desafiador. Porém, humilhava Cristina o quanto podia, a via como uma tola, menina fraca do interior que nunca conseguiria se tornar uma mulher forte, mas a mantinha ali, para massagear seu ego.

As almas fracas como você são facilmente levadas a qualquer loucura com um olhar apenas por almas fortes como a minha.

A falta de amor próprio de Cristina e sua busca por uma vida diferente daquela a qual estava acostumada faz com que ela mergulhe cada vez mais em um relacionamento tóxico, onde o parceiro só a diminui.

Cristina só consegue se desvencilhar de Daniel, quando finalmente nota não ser inferior a ele, quando vê que não existe superioridade em uma relação, mas sim uma parceria de igualdade e amor.

1518828.jpg

Se você nunca esteve em um relacionamento abusivo, possivelmente conhece alguém que esteja! Os danos causados são enormes, afetando a saúde de quem está em uma situação como essa. É necessário sempre alertar, ouvir e compreender quem passa por esse momento. Clarice magistralmente coloca o assunto em pauta em uma época em que falar do tema era muito mais difícil do que nos dias atuais.


Leticia Franco

Médica Veterinária, apaixonada por mitologia, Tolkien, C.S Lewis e Neil Gaiman. Gosto de tomar chá enquanto escuto uma boa conversa..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/literatura// @obvious, @obvioushp //Leticia Franco