chacoalhão

sublime cotidiano

Renan Berlitz

Publicitário por formação e desajustado por natureza. Apesar de ser supersincero e muito exigente, tenta viver uma vida mais leve

Nosso pote de geleia

Um doce e complexo processo.


nosso pote de geleia.jpg

Foi tudo tão rápido

O que aconteceu?

Fomos com tanta sede ao pote

Que deixamos a tampa aberta

E as moscas deixaram suas larvas da destruição

No nosso pote de geleia

Foi culpa sua

Foi culpa minha

E eu sabia que ainda não estava preparado

Mas a vida é essa degustação

Às vezes vai ter de frutas vermelhas

Às vezes vai ter aquela de gengibre

Você quis que eu conhecesse o restante dos sabores

E, mesmo desconfortável, eu aceitei

Depois você me disse que teriam avaliadores

E eu fiquei desconfortável, ainda mais

Aqueles olhares foram fulminantes

E eu não soube defender o meu paladar

Como eu poderia me sair bem com tantas novidades?

Sim, eu tive medo

Sim, eu fugi

Entender de harmonizações leva tempo

Eu não sei dizer

E eu não posso prometer

Que um dia nos tornemos especialistas

Ainda não consegui chegar na parte do “nós”

De eu e você

E de amarrarmos

Nosso pote não precisa de laço

Você fez parecer simples

Mas é um processo complexo

Quem sabe vamos só colocar a tampa em cima?

E vamos saboreando aos poucos

Quem sabe coloquemos na geladeira

Um pouco de refrigeração faz durar um pouco mais

Ou pelo menos dá o tempo necessário para tomar a decisão

Guardamos o pote de recordação

Ou compramos outro?


Renan Berlitz

Publicitário por formação e desajustado por natureza. Apesar de ser supersincero e muito exigente, tenta viver uma vida mais leve.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Renan Berlitz