cinema pensante

Como um bom filme pode mudar a nossa vida

Sílvia Marques

Paulistana, escritora, idealista em crise, bacharel em Cinema, cinéfila, professora universitária com alma de aluna, doutora em Comunicação e Semiótica, autodidata na vida, filósofa de botequim, com a alma tatuada de experiências trágicas, amante das artes , da boa mesa, dos vinhos, de papos loucos e ideias inusitadas. Serei uma atleta no dia em que levantamento de xícara de café se tornar modalidade esportiva. Sim, eu acredito realmente que um filme possa mudar a sua vida! Autora do blog Garota desbocada. Lancei recentemente em versão e-book pela Cia do ebook o romance O corpo nu.

Amigo falso é que nem mau hálito

Sim, amigo falso é que nem mau hálito. Está sempre chegando junto contigo e te tirando a confiança.


b5fc0a0d66b097600f0b87753abb1bce536648aa.jpeg

Sim, amigo falso é que nem mau hálito. Está sempre chegando junto contigo e te tirando a confiança. Você quer mudar de emprego e pensa em sair pelo mundo distribuindo o seu CV. Aí, vem o amigo mau hálito e te diz que o mercado está difícil, que a maré não está para peixe...que droga! Você não vai se demitir antes de arranjar outro emprego! Você vai simplesmente se inscrever em processos seletivos para arranjar algo mais com a sua cara.

Mas na opinião do amigo mau hálito a sua cara é ficar naquele emprego que você detesta, cercado por mais um monte de colegas mau hálito e com uma chefia mão mole e suada. Você não sente a menor confiança, mas precisa obedecer.

Você vai contar um novo projeto profissional e antes mesmo de começar a falar, o amigo mau hálito já vai te cortando e dizendo que é arriscado demais. Ai, você para e pensa. “Mas eu nem falei nada ainda. Meu projeto era instalar uma internet mais rápida”.

O seu parceiro ou parceira ( meu texto é unissex , tá? Homens e mulheres podem ser barbarizados por amigos mau hálito) está dando a maior confiança para o bairro inteiro. Você fica triste, desabafa com o seu amigo esperando ouvir algum tipo de consolo ou palavra de humanidade. Que nada! O amigo mau hálito vai arranjar um jeito de você se sentir ainda mais Maria ninguém ou Zé ruela.

Você compra uma cadeira nova para a sua escrivaninha. O amigo mau hálito vai perguntar o quanto você pagou com uma babinha escorrendo no canto da boca. Você responde! E ele arruma um jeito de você saber que numa loja perto da casa dele vendem a mesma cadeira pela metade do preço.

Amigo mau hálito também adora dar gafe e depois perguntar se você se ofendeu. Estilo: Você é um zero à esquerda, tá? ( pausa) Você não ficou triste comigo, né? Eu só dei minha opinião.

Pessoal, mau hálito tem cura. Da mesma forma que uma boa escovação e o uso diário do fio dental ajudam muito, os mesmos procedimentos podem ser usados para higienizar a sua vida dos amigos mau hálito. Afinal de contas , ninguém merece conviver com um bafão, não é?


Sílvia Marques

Paulistana, escritora, idealista em crise, bacharel em Cinema, cinéfila, professora universitária com alma de aluna, doutora em Comunicação e Semiótica, autodidata na vida, filósofa de botequim, com a alma tatuada de experiências trágicas, amante das artes , da boa mesa, dos vinhos, de papos loucos e ideias inusitadas. Serei uma atleta no dia em que levantamento de xícara de café se tornar modalidade esportiva. Sim, eu acredito realmente que um filme possa mudar a sua vida! Autora do blog Garota desbocada. Lancei recentemente em versão e-book pela Cia do ebook o romance O corpo nu..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Sílvia Marques
Site Meter