cinema pensante

Como um bom filme pode mudar a nossa vida

Sílvia Marques

Paulistana, escritora, idealista em crise, bacharel em Cinema, cinéfila, professora universitária com alma de aluna, doutora em Comunicação e Semiótica, autodidata na vida, filósofa de botequim, com a alma tatuada de experiências trágicas, amante das artes , da boa mesa, dos vinhos, de papos loucos e ideias inusitadas. Serei uma atleta no dia em que levantamento de xícara de café se tornar modalidade esportiva. Sim, eu acredito realmente que um filme possa mudar a sua vida! Autora do blog Garota desbocada. Lancei recentemente em versão e-book pela Cia do ebook o romance O corpo nu.

Gente sem noção ou gente a quem precisamos ligar o fodômetro

O fodômetro não se refere ao drama das crianças de rua, das pessoas sofridas, dos males gerados por governantes corruptos. O fodômetro não se refere a amigos verdadeiros, pessoas generosas que precisam da nossa ajuda e amantes carinhosos. O fodômetro se refere a quem machuca os outros sem dó nem piedade e ainda acha graça. Ficou muito confuso ou é preciso fazer gráfico, desenho, coreografia?


idiotas-2.jpg

Segue abaixo uma pequena lista de pessoas para quem devemos ligar o fodômetro!

Gente que se acha!

Gente inerte, incapaz de tirar a bunda da cadeira para atender ao telefone ou escovar os próprios dentes por preguiça, mas que adora dar lição de moral e criticar os outros.

Gente que acha que uma pessoa pobre vale menos do que uma pessoa rica.

Gente magra que acha que vale mais do que pessoas obesas.

Gente com a cara bonitinha e a alma medonha que acha que vale mais do que pessoas fisicamente feias.

Gente que acha que liberdade de expressão é sinônimo de defecar pela boca.

Gente que não cumprimenta o garçom porque não dá status sorrir para trabalhador.

Gente que vai de pé sujo na pedicure. Se eu fosse uma , me recusaria a fazer o pé de uma madame porcalhona. Não sabe nem se limpar e fica com cara de deusa.

Gente que se define por uma roupa ou um carro.

Gente que pergunta a utilidade das artes , da filosofia e das ciências humanas.

Gente que pergunta tudo bem sem querer saber a resposta.

Gente que faz os outros de idiota e abusa do amor e da lealdade dos outros.

Gente falsa que é um doce pela frente e um jiló pelas costas!

O fodômetro não se refere ao drama das crianças de rua, das pessoas sofridas, dos males gerados por governantes corruptos. O fodômetro não se refere a amigos verdadeiros, pessoas generosas que precisam da nossa ajuda e amantes carinhosos. O fodômetro se refere a quem machuca os outros sem dó nem piedade e ainda acha graça. Ficou muito confuso ou é preciso fazer gráfico, desenho, coreografia?


Sílvia Marques

Paulistana, escritora, idealista em crise, bacharel em Cinema, cinéfila, professora universitária com alma de aluna, doutora em Comunicação e Semiótica, autodidata na vida, filósofa de botequim, com a alma tatuada de experiências trágicas, amante das artes , da boa mesa, dos vinhos, de papos loucos e ideias inusitadas. Serei uma atleta no dia em que levantamento de xícara de café se tornar modalidade esportiva. Sim, eu acredito realmente que um filme possa mudar a sua vida! Autora do blog Garota desbocada. Lancei recentemente em versão e-book pela Cia do ebook o romance O corpo nu..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Sílvia Marques