cinema pensante

Como um bom filme pode mudar a nossa vida

Sílvia Marques

Doutora em Comunicação e Semiótica, psicanalista lacaniana, escritora e atriz. Indicada ao Jabuti 2013. Idealizadora da Pós em Cinema do Complexo FMU.

www.psicanalistasilviamarques.com

Sim, às vezes é preciso aceitar

Por alguma razão que não entendo, que não sei explicar , o universo parece conspirar a favor ou contra determinados fatos e possíveis rumos para as nossas vidas. Muitas vezes , lutamos e insistimos numa determinada carreira , sem obter grandes resultados. E de repente , surge uma oportunidade em outra área e acaba dando certo. Às vezes, a gente sonha em viajar para o país A , mas por algum motivo viaja para B e se encanta.


10mai2012---passaro-voa-na-direcao-da-lua-na-praia-de-ipanema-no-rio-de-janeiro-1336671818307_956x500.jpg

Sim, às vezes é preciso aceitar , se conformar , entender que a partida está perdida , que é preciso recorrer a um plano B ou a um plano C caso o B também tenha dado errado.

Sim, às vezes é preciso dizer para sim mesmo: "Chega! Basta! Estou cansado/cansada. Preciso seguir em frente , tocar a vida, fazer qualquer outra coisa." Como escrevi em outros artigos , sonhos tem data de validade e se certas coisas tardam, já falharam e muito.

Obviamente , alguns sonhos são duradouros e podem resistir às privações e provações do tempo. Alguns sonhos quando realizados mais tarde ficam até melhores pois a espera nos faz valorizar mais aquilo que obtivemos com sacrifício.

Por outro lado, algumas coisas passam mesmo. E precisam passar. Se nos agarrarmos a cada um de nossos caprichos , a cada uma de nossas vontades não realizadas , corremos o risco de vivermos como crianças mimadas que esperneiam quando a mãe recusa servir mais uma porção de sobremesa.

Acredito na força da determinação. Acredito que precisamos arregaçar as mangas e fazer acontecer. Mas se o que queremos não acontece apesar dos nossos esforços, o melhor a se fazer é aceitar. É seguir em frente, buscar outras fontes de realização. Muitas vezes, queremos muito A , mas a vida nos oferece B e acaba sendo ótimo. Às vezes , algo inesperado acontece , algo que não sonhamos para nós , mas nem por isso deixa de ser bom.

Por alguma razão que não entendo, que não sei explicar , o universo parece conspirar a favor ou contra determinados fatos e possíveis rumos para as nossas vidas. Muitas vezes , lutamos e insistimos numa determinada carreira , sem obter grandes resultados. E de repente , surge uma oportunidade em outra área e acaba dando certo. Às vezes, a gente sonha em viajar para o país A , mas por algum motivo viaja para B e se encanta.

Estabelecer metas , focar a energia na realização dos sonhos é muito importante e válido. Mais do que isso: é admirável. Por outro lado, talvez, devêssemos dar um pouco mais de crédito para o acaso porque nesta vida não cabe somente a nós fazermos escolhas. Algumas vezes, são as coisas que nos escolhem.


Sílvia Marques

Doutora em Comunicação e Semiótica, psicanalista lacaniana, escritora e atriz. Indicada ao Jabuti 2013. Idealizadora da Pós em Cinema do Complexo FMU. www.psicanalistasilviamarques.com.
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Sílvia Marques