cinema pensante

Como um bom filme pode mudar a nossa vida

Sílvia Marques

Paulistana, escritora, idealista em crise, bacharel em Cinema, cinéfila, professora universitária com alma de aluna, doutora em Comunicação e Semiótica, autodidata na vida, filósofa de botequim, com a alma tatuada de experiências trágicas, amante das artes , da boa mesa, dos vinhos, de papos loucos e ideias inusitadas. Serei uma atleta no dia em que levantamento de xícara de café se tornar modalidade esportiva. Sim, eu acredito realmente que um filme possa mudar a sua vida! Autora do blog Garota desbocada. Lancei recentemente em versão e-book pela Cia do ebook o romance O corpo nu.

A diferença entre ter fé e esperança e ter ideia fixa

Lutar por aquilo que queremos , por aquilo que acreditamos é um direito de cada um de nós. Lutar é um sinal de coragem, é um sinal de que somos seres atuantes no mundo e escrevemos a nossa própria História. Por outro lado, insistir indefinidamente numa causa perdida , continuar esperando por tempo indeterminado por algo que já acabou , vendar os olhos para aquilo que está debaixo do nosso nariz é perda de tempo, é perda de energia, é um desgaste tremendo e desnecessário.


maxresdefault.jpg

Cena do filme Louca obsessão

Sempre comento em meus posts as tênues distâncias existentes entre sentimentos nobres e motivadores com sentimentos mesquinhos, acomodados ou obsessivos. Não é possível analisar o valor de um gesto fora de um contexto. Dependendo do contexto, devemos ignorar , deixar para lá, como se diz ...ligar o fodômetro. Dependendo do contexto, devemos nos importar , lutar , valorizar.

Existe um limite tênue entre ser determinado e ser teimoso. Existe um limite tênue entre ser sedutor e ser vulgar. Entre ser zeloso e controlador. Entre ser divertido e inconveniente. Entre ser formal e ser esnobe.

Ter fé e esperança é fundamental para seguirmos em frente, para termos força para lutar , para termos força para acordar todas as manhãs. Sem fé e sem esperança , definhamos dia a dia. E quando falo sobre fé, não me refiro exclusivamente à fé religiosa , mas a todo e qual tipo de fé: na vida , nas pessoas , no amor , no trabalho, na honra , na dignidade humana.

A falta de fé e esperança nos imobilizam. Porém, não devemos confundir fé com ideia fixa , pensamentos obsessivos. A determinação quando perde a noção de realidade se torna obsessão, se torna perigosa para quem a sente e para quem está ao redor. Quem deseja algo contra todas as probabilidades, se expondo a situações constrangedoras , colocando outras pessoas em situações constrangedoras , manipulando, usando de artimanhas, tentando ignorar que os fatos tomaram outro rumo, tentando ignorar que a situação fugiu ao controle, que o contexto se modificou corre um risco muito grande de adoecer emocionalmente e fazer quem está perto adoecer por tabela.

Lutar por aquilo que queremos , por aquilo que acreditamos é um direito de cada um de nós. Lutar é um sinal de coragem, é um sinal de que somos seres atuantes no mundo e escrevemos a nossa própria História. Por outro lado, insistir indefinidamente numa causa perdida , continuar esperando por tempo indeterminado por algo que já acabou , vendar os olhos para aquilo que está debaixo do nosso nariz é perda de tempo, é perda de energia, é um desgaste tremendo e desnecessário.

Obviamente , a vida não vem com manual e não existe um tempo mínimo e máximo para a gente desistir de um sonho, de um projeto, de um relacionamento. Mas aí entra a questão do bom senso. Sim, às vezes precisamos aceitar que o jogo está perdido e seguir em frente , pegar um outro caminho, desbravar novas possibilidades. O mundo está cheio delas.


Sílvia Marques

Paulistana, escritora, idealista em crise, bacharel em Cinema, cinéfila, professora universitária com alma de aluna, doutora em Comunicação e Semiótica, autodidata na vida, filósofa de botequim, com a alma tatuada de experiências trágicas, amante das artes , da boa mesa, dos vinhos, de papos loucos e ideias inusitadas. Serei uma atleta no dia em que levantamento de xícara de café se tornar modalidade esportiva. Sim, eu acredito realmente que um filme possa mudar a sua vida! Autora do blog Garota desbocada. Lancei recentemente em versão e-book pela Cia do ebook o romance O corpo nu..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Sílvia Marques
Site Meter