código aberto

Um modo de pensar diferente, uma filosofia...um sonho!

Ana Josefina Tellechea

O acaso me trouxe escolhas e meu coração me fez chegar até aqui, porque a razão ainda estou aprendendo a usar. Mulher, Cantora, Professora, escritora e um tanto de coisas mais que vou descobrindo ser.

  • 5695530.jpg
    Você não nasceu pra morrer

    já pensou em tentar fazer suas escolhas tentando imaginar como elas seriam feitas se o que nos obrigam a ter como verdade não fosse a única verdade?

  • Capturar.PNG
    O que a dor nos ensina?

    Somos programados para acreditar que a dor é algo nocivo e nessa teia de ilusões na qual fomos envolvidos, vivemos numa fuga incessante e numa luta incapaz de ser vencida. A dor sempre vai estar lá, e abraçá-la vai ser menos cansativo. Permitir-se sentir é imprescindível à evolução humana.

  • o-amor-em-figura-de-linguagem.html.jpg
    O que é educar? Relato de uma professora-aprendiz

    Meu avô, Lázaro, que com suas leituras diárias de jornais e revistas levantava discussões à mesa com minha avó e sempre acabávamos participando e compreendendo o contexto social vigente, sem saber, estavam promovendo um momento de análise e reflexão para suas netas e permitindo que aprendêssemos de forma significativa.

  • Pink-Floyd-Another-Brick-In-The-Wall.jpg
    Ser livre...

    Eu sei, o destino nos persegue, ele é inevitável. Ser livre é o meu...aliás, ser livre é o destino de todos que não se contentam com a epiderme da vida e vão cavando fundo a pele, até chegar no osso e, se possível, mais fundo, na alma!

  • 12038026_1067086086649365_1102134191292471785_n.jpg
    Escolhi o coração...

    Já parou pra pensar quantas vezes a razão te decepou oportunidades? Quantas vezes deixamos de expor intensamente nossa essência por medo do que possa vir a acontecer? Dos julgamentos, das consequências, do erro, do arrependimento? Pois então te digo: A razão é a culpada!

  • bota-767045_640.jpg
    A arte de se (re)apaixonar

    Alguns de nós - quem sabe a maioria- vive na constante luta para ter um porto seguro, algo ou alguém com quem contar, nosso canto, um bom emprego etc. Nessa incessante busca por uma segurança, quando nos damos conta, já estamos com trinta e tantos, numa rotina cansativa, numa relação desgastada, numa casa nem tão boa ou nem tão nossa, num canto nem tão seu e nada parece estar de acordo com o que sonhamos.

  • frase-me-chamam-de-louco-porque-fumo-maconha-e-chamam-de-genio-quem-construiu-a-bomba-atomica-bob-marley-94675.jpg
    A geração moralista

    É certo que a sociedade avançou em muitos aspectos nos mais diversos âmbitos. Hoje podemos discutir livremente (ou não) sobre inúmeras temáticas que outrora pareceram intocáveis, verdadeiros tabus.
    Essa possibilidade de dar voz aos problemas sociais foi - e é - de extrema importância para que possamos dar vasão a novas visões e formas de pensar e viver.
    Mas até que ponto estas mudanças realmente podem ser consideradas libertadoras?

  • gameover_casamento.jpg
    O preço de casar

    Não, não estou falando da festa de casamento - até porque, ainda nem fiz a minha - estou falando dos preços que pagamos por uma decisão.

  • IMG_20150324_172452.jpg
    Eu, cachorro

    A vida do ponto de vista da criatura mais amada pelos seres humanos: o cachorro!

  • girl-625353_640.jpg
    Pelo direito de não (só)rir

    Sem motivo ou qualquer explicação, você acorda tão feliz que fica difícil até organizar as ideias. Tudo parece mais bonito, as cores mais vivas, os cheiros mais gostosos. A única coisa que vem à cabeça é o sentimento de gratidão por ser tão afortunado. Quem nunca se sentiu assim?

  • icaroeu.jpg
    Uma argentina brasileira

    Pode parecer meio egocêntrico, mas não é esta a intenção. Essa que vai ler é talvez uma boa parte da história da minha vida e de uma angustiante falta de noção de pertencimento, não porque não queira ou porque me demore a entender uma cultura tão diversa ou até mesmo porque seja incapaz de desfazer-me de raízes. Mas porque a burocracia - aquela que conhecemos como "burrocracia" - brasileira ceifa as milhares de oportunidades que poderia haver para estrangeiros no Brasil.

  • monkey-557586_640.jpg
    Os novos (pseudo) intelectuais da era digital

    As tecnologias digitais fizeram com que as distâncias ficassem mais curtas ou até mesmo inexistentes. Vivemos em um mundo no qual a palavra "esperar" quase não faz mais parte do vocabulário - exceto quando se fala na maioria dos serviços públicos burocráticos - assistimos TV enquanto verificamos as novidades da nossa timeline no Facebook e fazemos um tweet enquanto lemos um artigo ou assistimos a um vídeo no Youtube. Mas já parou pra pensar o quanto as informações às quais temos acesso influenciam as nossas vidas?

  • lado bom_mdjzz7zCpR1rrb9xco1_500.jpg
    A raiva

    A raiva às vezes parece ter vida própria. Ela acha que não deve se submeter à ninguém, nem mesmo ao seu dono. Ela vem e diz tudo o que bem entende, cospe as palavras e te faz ter atitudes que nem parecem estar de acordo com o comportamento habitual.

  • consumer-society-386661_640.jpg
    As legitimações paridas pelas novelas

    O hoje é o que é por que passou na TV. Somos o que somos por que vimos na TV. Nos comportamos assim por que a TV criou situações que naturalizaram tais comportamentos.

  • preso-19176_640.jpg
    Por mais "Rauls" e menos "Gabrielas"

    "Eu prefiro ser, essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo". (Raul Seixas)

Site Meter