código aberto

Um modo de pensar diferente, uma filosofia...um sonho!

Ana Josefina Tellechea

O acaso me trouxe escolhas e meu coração me fez chegar até aqui, porque a razão ainda estou aprendendo a usar. Mulher, Cantora, Professora, escritora e um tanto de coisas mais que vou descobrindo ser.

Definitivamente, a inveja tem Facebook

"Linda, amiga"; "fofa"; "arrasou"...
Esses e outros inúmeros "elogios" enchem o nosso ego quando postamos aquela selfie no Livro da vida:o Facebook.
Mas isso quer dizer que amigos verdadeiros não existem e que eu não estou realmente arrasando naquela foto?
Sim e não! Você pode realmente estar lindo (a) ou a foto pode estar realmente espetacular, tudo vai depender do seu bom senso. Mas cuidado! A inveja tem Facebook. Isso não quer dizer que a amizade esteja totalmente extinta - embora as amizades verdadeiras sejam de contar com os dedos - Amigos de verdade não estão livres de sentir inveja.


friends-409403_640.jpg

O primeiro motivador da inveja é a felicidade alheia excessiva, não a verdadeira felicidade, mas aquela retratada nas redes sociais e que acaba se legitimando como saudável, o que gera a falsa sensação de que tudo pra você dá errado e pras outras pessoas não. Aí você começa a se perguntar: o que está errado comigo, com minhas escolhas, com meu trabalho, meu marido, minha casa?

De repente aquela foto cheia de filtros e sorrisos amarelos é suficiente pra estragar o seu dia. Mas aí aquela amiga - ou não - posta aquela foto ou aquele agradecimento pelos 4.365.987 desejos de feliz aniversário e quando você vê, já está comentando algo só pra não parecer recalcado (a), dando uma de maduro (a).

Existem níveis de inveja que podem ser considerados "normais", mas tudo tem limite! Experimente postar algo verdadeiro e que de alguma forma te deixe verdadeiramente feliz (20 curtidas), com certeza será notável a diferença entre as "curtidas" daquela selfie que meses depois você olhou e pensou "que horror! Eu postei isso?"(200 curtidas)

facebook-76536_640.png

woman-388076_640.jpg

"Ah, mas eu jamais senti inveja!" Mentir pra si mesmo é feio, sabia? Não há nada mais triste do que uma mentira contada para si mesmo. Vamos admitir, aquela invejinha e vontade de estar numa praia do Caribe, local de onde um amigo acaba de postar uma foto, sempre bate! É natural, é inerente ao ser humano e não é doentio, pode relaxar - pero no mucho - por que é sempre importante estar atento à saúde da nossa alma e conseguir discernir e avaliar as situações e perceber quando se está passando dos limites.

Quando a inveja se torna um sofrimento e um impedimento pra você trilhar o SEU caminho - olha o destaque para a palavra SEU - sinto lhe informar, mas você tem probleminhas (como costumo dizer!).

Sabendo que existem níveis de inveja, lembre-se que ela tem Facebook e estará atenta aos seus posts diariamente, curtindo, comentando e até elogiando. Desconfie de quem muito elogia e dê um pontinho pra quem te dá uns toques vez ou outra.

E antes de deixar a inveja tomar conta do seu coração, lembre-se que nem tudo que está no Facebook é o que parece e que a grama do vizinho nem sempre é mais verde!


Ana Josefina Tellechea

O acaso me trouxe escolhas e meu coração me fez chegar até aqui, porque a razão ainda estou aprendendo a usar. Mulher, Cantora, Professora, escritora e um tanto de coisas mais que vou descobrindo ser..
Saiba como escrever na obvious.
version 4/s/recortes// @destaque, @obvious //Ana Josefina Tellechea