Carla Gameiro Dias

Mulher, Mãe, Psicóloga, aprendiz da vida, seguidora fiel do amor...porque quando o coração diz sim, eu vou, sem dúvida, sem pensar duas vezes, porque ele não erra, nunca...

A Pegada

Romântico? Super-homem? Sexy? Rico? Geek? Amante a moda antiga? Afinal, que diabos queremos nós mulheres? Sendo sincera, há momentos que nem eu mesma sei, como somos confusas, não?


9:30am...mesa neuroticamente arrumada, notebook ligado, celular conectado, time todo a postos, incenso já foi aceso, música ligada, tudo lindo, organizado, florido e cheiroso como todos os dias...

Chega uma mensagem...

- Você vem dormir aqui hoje? – via whatsap (SEMPRE) nunca é verbalizado, sempre é por mensagem.

- Pode ser, você está com saudade?

- Ah qual é, acabei de falar com você, já te dei bom dia, quantos “bons dias” você vai querer? Já nos cruzamos no elevador.

- Ok, tudo bem...

- Ah, nem vem né? Vai ficar chateada por causa de uma besteira à tôa? Você vem dormir comigo?

- Sim...

- Sim? Só isso, sim?

- Sim, vou.

- Por que toda vez é isso? Mas que saco, não tem uma vez que a gente combine de ir para minha casa que não role um “stress” babaca...

Ela pega o telefone, afinal, chega de mensagens né?

- Quando vamos para a minha casa não rola “stress” babaca por um simples motivo, eu não mando convite por mensagem.

- Ah fala sério, tá brincando né?

- Não...

- Você é louca, aliás vocês mulheres são loucas...

- Isso, vamos lá, comece a categorização, aliás eu posso fazê-lo por você, afinal, sei seus discursos como ninguém: “vocês mulheres são loucas, insanas, descontroladas, psicopatas, descompensadas, todas; todas vocês precisariam ser internadas, num local único e muito bem cercado, todas juntas, quer dizer, melhor não, vocês seriam um perigo até para vocês mesmas”, pronto esqueci algo?

- Não, falou tudo, não esqueceu nada, muito bem, merece um "cookie".

- Palhaço, criança...quer saber, vocês homens é que são uns babacas; será que custa muito ter um pingo de delicadeza, ter um mínimo de bom senso, tentar desenvolver a porra do 6º sentido que a natureza nos dá, fazer um chamego; custa falar umas coisas bonitinhas, dizer coisas românticas, palavras doces, dar um beijinho na nuca e sussurrar no ouvido, fazer coisas desse gênero?

- Então tá, vamos ver um filme bacana, “syfy”, comer pizza de “pepperoni”, tomar um vinho gostoso...

- Mas você sabe que eu DETESTO “pepperoni”...

- Ok, Ok, pedimos metade “margherita” metade “pepperoni”, bebemos um vinho gostoso, e depois eu te pego de jeito...

- Affffffffffffff... Não dá para dizer: “depois a gente faz um amor gostoso” ou tipo, “depois eu te faço a mulher mais feliz da face da terra”, ou...

- Quer saber???? CHEGAAAA!!! Que saco....vocês mulheres são um saco....sempre essa conversa mole de “fazer amorzinho” de “transar gostosinho”, ah porra, na boa, admitam, vocês gostam mesmo é de macho que dá uma pegada de jeito, homens que viram vocês do avesso, agarram vocês pela cintura de um jeito que vocês perdem até o fôlego, dão nós entre as pernas e imobilizam vocês, prendem vocês pelo pulso, calam a boca de vocês com um beijo alucinado, chamam vocês de nomes que nem imaginavam que existiam, levam vocês a loucura e no fim ainda dão uma bela mordida na orelhinha e dão o melhor sorriso sacana da face da terra; é ou não é, fala aí, não é verdade? Amor, amor, ei amor, cadê você???

- Oiii, nada não Amor, vem cá, dá para esquecer essa briga boba e ir pra casa agora??

IMAGENS OBVIOUS.jpg


Carla Gameiro Dias

Mulher, Mãe, Psicóloga, aprendiz da vida, seguidora fiel do amor...porque quando o coração diz sim, eu vou, sem dúvida, sem pensar duas vezes, porque ele não erra, nunca....
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// @destaque, @obvious //Carla Gameiro Dias