Carla Gameiro Dias

Mulher, Mãe, Psicóloga, aprendiz da vida, seguidora fiel do amor...porque quando o coração diz sim, eu vou, sem dúvida, sem pensar duas vezes, porque ele não erra, nunca...

A quem respondo; a vida ou ao tempo?

Quem domina quem? Você manda no seu TEMPO, ou o TEMPO manda em você, sim, porque existe aí uma enorme diferença.
Quando sou dono do meu TEMPO, ele corre mais lentamente, pois eu o SABOREIO.


tempo.jpg

Quando sou dona do meu tempo, eu saio de meu ofício no meu horário, eu não desmarco meus compromissos pessoais por causa do trabalho, eu vou ao basquete do meu filho, ao teatro da filha...não perco uma sessão de cinema às 5ªs feiras, afinal, este é o dia reservado para o meu amor, neste dia, somos só nós 2!! Cinema, jantar, namoro, exatamente como no TEMPO que nos conhecemos...

Quando sou dona do meu tempo, tenho TEMPO para o beijo de bom dia, e da mesma forma para o de boa noite, pois, mesmo que dormindo esteja, meu amor sentirá meu beijo; quando sou dona do meu TEMPO, eu vejo filme no sofá da sala aconchegada, enrolada no edredom, aninhada ao meu amor, porque esse TEMPO é maravilhoso, é indescritível, e nada o substituirá... Como pipoca com os filhos e faço bagunça com os cachorros, esse TEMPO é impagável.

Quando sou dona do meu tempo, eu GANHO HORAS lendo para meus filhos, GANHO HORAS em seus banhos, GANHO HORAS quando os tenho no colo; porquanto, chegará um TEMPO, em breve, muito breve, que não terei mais como fazê-lo e sentirei uma imensa saudade desse TEMPO... Quando sou dona do meu tempo, vejo nascer do SOL, aprecio a LUA, conto ESTRELAS, sinto a brisa do mar com a calma de um marinheiro de traineira... eu faço meu TEMPO, não é ele que me DETERMINA.

Quando o tempo me domina, não tenho TEMPO para “frescuras cotidianas”, viver o mundo cosmopolita para “sustentar” minha família é TOP PRIORITY; os eventos de meus filhos, ficam por conta de meu parceiro, se ele tiver TEMPO, afinal, também ele trabalha, também ele é sorvido pelo TEMPO corporativo, que corre, voa (e como voa); tipo abastecer avião em curso, afinal, quem nunca ouviu aquela famosa frase “TIME IS MONEY”???

Será? TEMPO é mesmo “dinheiro”? Meu TEMPO, é meu bem viver!!!

Quando o tempo me domina, eu não me permito agendar compromissos, (a não ser os relacionados ao trabalho) com ninguém. Por que? Ora, não tenho TEMPO para os “outros”, estou muito OCUPADA com COISAS MAIS IMPORTANTES?! Meu TEMPO ainda é pouco, 24 horas já não me bastam, eu precisaria quem sabe de 36 horas. E o que faria nestas 36 horas? Ora, o restante dos compromissos que não dou conta por falta de TEMPO. Minha agenda é espantosa; compromissos, viagens, reuniões, não me sobra TEMPO para o RESTO... É, o RESTO...Eu resumi tudo da minha vida em uma palavra, RESTO!!

E para o RESTO eu não tenho TEMPO, e no TEMPO que me RESTA, talvez não sobre TEMPO!!!

Quer dizer não é bem assim, tudo bem que saio muito cedo, volto muito tarde, viajo constantemente, fico semanas sem ver os filhos, mas quando volto...Quando volto sou exaustão pura...não tenho TEMPO sequer para pensar, o cansaço físico é tamanho, que o pouco TEMPO que tenho, só penso em me recompor. Ok, me recomporei e estarei pronta para um TEMPO com a família...não, não dará TEMPO, já terei que voltar a rotina, o mundo lá fora me espera, o TEMPO passou...

E MEU MUNDO, esse BEM AQUI DENTRO, faço o que com ele? Esqueço? Deleto? Deixo pra lá?

E quando o TEMPO de KRONOS não mais me permitir viver emoções que hoje meu corpo ainda permite? E as montanhas russas? As tardes no cinema? Ver o pôr do sol? Sair sem compromisso com TEMPO? Carregar os filhos, sobrinhos no colo? Tomar sorvete na esquina, comer pipoca no cinema sem hora marcada, dançar numa noite inesperada...E quando eu não tiver mais TEMPO?

O que terei feito eu com meu TEMPO, aquele que me foi dado pela VIDA, não o de KRONOS, este é lógico, mas o da VIDA; o TEMPO VERDADEIRO, aquele que é o PRESENTE, que é SÓ MEU, o que faço com meu presente? Posso sorvê-lo com paixão e entendê-lo como o melhor de todos, aí meu TEMPO viverá para mim; ou posso simplesmente abri-lo e tornar-me seu escravo, deixar as regras do jogo nas mãos dele...

Sou eu que passo e vivo meu TEMPO, ou ele que passa por mim, sem que eu sequer saiba que TEMPO vivi?

Tempo tempo tempo.jpg


Carla Gameiro Dias

Mulher, Mãe, Psicóloga, aprendiz da vida, seguidora fiel do amor...porque quando o coração diz sim, eu vou, sem dúvida, sem pensar duas vezes, porque ele não erra, nunca....
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious //Carla Gameiro Dias