contramapa

http://contramapa.wordpress.com

Diana Caldeira Guerra

A Diana gosta de caracóis temperados no verão, canja de galinha no inverno e autores clássicos em todas as estações do ano

Alojamento em luxo low-cost? É possível? Sim, com os poshtels!

Existe hoje nas cidades europeias - e noutras cidades pelo mundo fora - um novo conceito de alojamento, que vai além do típico hostel barato... Estão fartos de ficar num dormitório de paredes brancas e camas que rangem a cada suspiro com lençóis mudados sei-lá-quando, a partilhar o quarto com 10 pessoas? Gostam de um pouco de conforto, mas não querem gastar todas as poupanças num hotel de 5 estrelas? O Poshtel é então uma solução ideal!


Thumbnail image for clinknoord.jpg

Os poshtels combinam o “hotel de charme” a um preço próximo de hostel. São espaços criativos e sofisticados, que utilizam a arquitectura de espaços antigos, mas não rebentam com todo o nosso orçamento de viagem. São um meio-termo, vá, onde podemos contar com espaços limpos e lençóis lavados, restaurante ou bar, e, muitas vezes, pequenas regalias. Alguns dos poshtels com melhor relação de qualidade-preço em cidades europeias estão apresentados abaixo:

Clink78, Londres, Reino Unido

O Clink78 situa-se num antigo tribunal com mais de 200 anos (78 King’s Cross Road), bem no centro da cidade e perto da estação de comboio com o mesmo nome. Com uma decoração alternativa, o espaço oferece pequeno-almoço a todos os hóspedes. Na cave do espaço existe o Clash Bar, onde muitas vezes há música ao vivo. Existem dormitórios a partir de 21€ por pessoa, e quartos privados desde 46€ por pessoa. A marca Clink está a expandir e existe já o Clink261, também em Londres, (261-265 Grays Inn Road) e o ClinkNoord, em Amsterdão (Badhuiskade 3).

clink78 (3).jpg

clink78 (2).jpg

Maverick Hostel & Ensuites, Budapeste, Hungria

O Maverick Hostel ocupa o espaço de uma antiga mansão real, com uma entrada majestosa e muitos quartos de pé direito alto. Localiza-se mesmo no centro da cidade, a 15 minutos a pé de tudo o que se quer ver em Budapeste (Budapest 1051 Ferenciek tere 2), e existe um supermercado no edifício, além de chá e café gratuito para todos os hóspedes. E o preço? Excelente para o que o espaço oferece. A partir de 17€ nos dormitórios e 21€ por pessoa nos quartos privados. Existe a possibilidade de pedir cama extra nos quartos e o Maverick oferece ainda 5% de desconto para quem fique mais do que uma noite.

maverick.JPG

Generator Hostel, Barcelona, Espanha

Num espaço amplo, o Generator Hostel de Barcelona fica junto ao Passeig de Gràcia e à Avenida Diagonal (Carrer de Còrsega, 373-377), numa zona bastante central, mas ligeiramente afastada da confusão das Ramblas. O lobby do hostel possui uma escadaria grande e o espaço apresenta uma mescla de estilos, com uma biblioteca própria e uma sala de estar para os hóspedes. Muitos dos quartos privados têm um terraço próprio e todos eles têm uma casa de banho, o que é um luxo. “E por quanto, senhores?” – perguntam vocês. A partir de 10€ nos dormitórios e 25€ por pessoa nos quartos privados. Uma pechincha. E por mais 4,5€ têm direito a um pequeno-almoço continental, para começarem o dia com o pé direito. O Generator é uma cadeia de hostels e, além do espaço em Barcelona, tem também hostels em Berlim, Paris, Veneza, Copenhaga, Dublin, Hamburgo, Londres e Roma. Basta consultarem o site aqui para saberem os preços em cada uma das cidades. E se acompanharem o Twitter do Generator Hostels, podem ainda ter promoções adicionais.

2-generator-barcelona-twin-room-premium.jpg

3-generator-barcelona-chillout-lounge-games-area.jpg

The Circus Hostel, Berlim, Alemanha

O Circus é composto por um hostel, um hotel e um conjunto de apartamentos, tendo uma filosofia que valoriza o design e a sustentabilidade. Localizado no centro de Berlim (no zona de Mitte, na Rosenthaler Platz), fica bastante próximo da Ilha dos Museus, da Alexanderplatz e de outros pontos de interesse na cidade. No espaço existe também uma cervejaria com produção própria na cave do hostel, e o bar Katz & Maus que oferece música ao vivo aos fins-de-semana. Os preços começam nos 19€ para dormitórios e nos 24€ por pessoa para quarto privado.

circus.jpg

circus2.jpg

Kex Hostel, Reiquejavique, Islândia

Kex significa bolacha em islandês. Pois que este hostel eclético e vintage foi, em tempos, uma fábrica de bolachas. Transformado e restaurado, alberga hoje até 142 hóspedes, oferecendo um conjunto de serviços, tal como bar, aluguer de bicicletas, pequeno-almoço buffett, sala de estar, entre outros. Dentro do hostel existem ainda festas e música ao vivo com frequência, um cabeleireiro e um ginásio bastante rústicos, e uma pequena biblioteca. O que se pode querer mais? Um pequeno luxo por 22€ nos dormitórios e 47€ por pessoa nos quartos privados. Fica localizado no centro – não é difícil em Reiquejavique – perto dos pontos de interesse (Skúlagata, 28), e partilha o espaço com o Living Art Museum.

kex2.jpg

U Hostel, Madrid, Espanha

Localizado num dos bairros mais movimentados, o U Hostel fica entre as estações de metro Alonso Martínez e Bilbao (Calle Sagasta, 22), próximo do centro de Madrid e muito acessível em termos de transportes. O palácio do século XIX foi totalmente restaurado e hoje apresenta, além dos quartos, salas de estar comuns com televisão, terraço e bar/restaurante para pequenos-almoços e cervejas de fim de tarde. O pequeno-almoço completo custa apenas 3€, os dormitórios ficam a 16,50€ por noite e os quartos privados desde 25€ por pessoa. Hala Madrid!

u2-deluxe.jpg

Para saberem mais sobre as viagens da autora, cliquem aqui.


Diana Caldeira Guerra

A Diana gosta de caracóis temperados no verão, canja de galinha no inverno e autores clássicos em todas as estações do ano.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 4/s/arquitetura// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Diana Caldeira Guerra