contramapa

http://contramapa.wordpress.com

Diana Caldeira Guerra

A Diana gosta de caracóis temperados no verão, canja de galinha no inverno e autores clássicos em todas as estações do ano

Top Roma: 6 dos melhores gelatos

Roma tem o Coliseu, o Vaticano, museus fantásticos, obras arquitectónicas históricas e tem... gelados! Conheça aqui os melhores locais onde pode fazer uma paragem na capital italiana para saborear o melhor gelato!


Italian-ice-cream-bar.jpg

Roma é um cidade que apaixona. Não apenas do ponto de vista cultural, mas também da gula. As gelatarias de Itália são famosas mundialmente pelos gelados e pelos sabores de fruta, chocolate, baunilha, nata e muitos outros mais originais. Se estiverem a pensar fazer uma viagem a Roma, é obrigatório escolher um dos locais abaixo!

1. Il Gelato di San Crispino

É uma gelataria gourmet e das mais conhecidas em Roma, até por ter aparecido no livro Eat, Pray, Love. Os preços são um pouco elevados, mas o maior copo de gelado não ultrapassa os 7€. Os sabores vão variando ao longo do ano e apenas vendem gelado em copo – nunca em cone! Existem 5 localizações, mas as mais conhecidas são aquelas que ficam ao lado do Panteão (Piazza de lla Maddalena) e da Fontana di Trevi (Via della Panetteria) – aqui existe horário de verão às sextas e sábados, em que a gelataria está aberta até à 1h30 da manhã. Nos restantes dias, está aberta até à 00h30.

09-san-crispino-5.jpg

2. Fatamorgana

Se procuram algo mais criativo, a Fatamorgana orgulha-se de ter sabores diferentes, como wasabi & chocolate, lavanda & camomila, azeitona & martini, apenas para nomear algumas criações… Os preços dos cones começam nos 2€ e existem 7 espaços em Roma, abertos até à 00h30 ou 23h30 no verão, dependendo da localização. De inverno, encerram pelas 21h30. As mais conhecidas ficam em Prati, perto do Vaticano (Via Leone IV), Monti (Piazza degli Zingari, perto da Via Cavour) e em Trastevere (Piazza San Cosimato).

rome-fatamorgana.jpg

3. Gelataria del Teatro

Com bastante menos filas que a Il Gelato di San Crispino, a Gelataria del Teatro é despretensiosa e muito focada naquilo que interessa: os ingredientes. São famosos pelas combinações acertadas, como por exemplo: amêndoas & figo, chocolate branco & manjericão, baunilha & pinhões, etc. Os preços dos cones/copos começam nos 2€ e podemos sentar-nos na esplanada sem pagar taxas extra. Têm duas gelatarias abertas no centro até às 00h00 no horário de verão: na Via dei Coronari, 65/66, entre Piazza Navona e o Vaticano e em Trastevere na Lungotevere dei Vallati, 25.

Gelateria-_del_Teatro.jpg

4. Neve di Latte

Quem resiste a um bom clássico? A Neve di Latte é conhecida pela qualidade dos sabores tradicionais como chocolate, pistacho e avelã. Os preços começam nos 2,5€ e o espaço está aberto até às 22h00. O espaço fica ligeiramente fora do centro da cidade, pelo que a visita vale principalmente a pena se visitarem o museu MAXXI (Museu Nacional de Arte do Séc. XXI, arquitectado por Zaha Hadid). A gelataria fica na Via Luigi Poletti, 6, em Flaminio.

neve-di-latte-750x400.jpg

5. Il Gelato de Claudio Torcé

A Il Gelato tem 8 sabores de chocolate que satisfazem qualquer gula a um preço razoável, já que existem gelados a partir dos 1.80€. Com cones caseiros e toda uma variedade de sabores, é considerado por alguns como o melhor gelado de Roma. A gelataria principal fica um pouco fora do centro, em Laurentina, mas existe também uma segunda gelataria em Viale Aventino, 59 (Circo Massimo), aberta todos os dias até às 22h00.

Claudio-Torce-Chocolate.jpg

6. Carapina

Depois do sucesso comprovado em Florença, o pasteleiro (não sei se existe algum nome para Especialista do Gelado) Simone Bonini abriu uma gelataria em Roma, no centro histórico. A Carapina é conhecida por ter ingredientes biológicos e produzidos localmente, portanto esperem uma oferta ao sabor da estação… Em Roma a gelataria fica na Via dei Chiavari, 37, e tem gelados a partir dos 2,5€.

carapina.jpg

Para acompanhar as viagens da autora, clique aqui.


Diana Caldeira Guerra

A Diana gosta de caracóis temperados no verão, canja de galinha no inverno e autores clássicos em todas as estações do ano.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 5/s/recortes// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Diana Caldeira Guerra