corpo de letras

Epítomes pragmáticas cotidianas

Priscila Oliete

Sabe de tudo um pouco. Por isso sabe que não sabe nada. Por isso sempre em busca de mais conhecimento.

priscilaoliete

Priscila Oliete

Sou aquela que lê, que vê, que ouve. Me coloco no lugar do outro. Me assusto, me reergo, me reviro. Analiso. Sou peixe fora d'água. Sereia que encanta. Canto. Lugares comuns não me atraem. Pessoas comuns não me atraem. Sou mulher no mais profundo do léxico ser. Sou do vinho e da boa prosa. Viajo sem destino, mas sempre me destino a algum lugar. Meu lar é onde estou no momento. Invento histórias, canções, receitas. Faço arte. Faço amor. A poesia faz de mim quem sou. Penso livros que não escrevo, teses que não pesquiso, desenhos que não rabisco. Amo o ócio criativo. Platonicamente. Já que ainda não o conheci...

Últimos artigos publicados