corra loba corra

cultura, filosofia, arte e lirismos

Erika Pessanha

"ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou"- José Régio

Se é amor, não é perfeito


amor.jpg

Não, eu não acredito mais que o amor seja para eu "melhorar como pessoa"... o tempo me roubou a pretensão de saber o que é MELHORAR. Conheço muitas pessoas, que PARA MIM, melhorariam se cedecem um pouquinho à condição inevitável da decrepitude humana, as "melhores" pessoas que conheci na vida, são repletas de defeitos.

Se "ser humano" é se livrar de toda nossa possível selvageria eu abro o mão de ser gente sem titubear, eu sinto o que eu devo guardar de selvagem para o que eu HOJE sinto como o amor.

Há gotas de imperfeição na mais intensa felicidade, a intempérie nos amores pode ser como vendaval reestabelecendo a capacidade da terra frutificar.

Quando dois amantes quiseram saber mais do que os mustangs sabem quando correm contra o vento, colocaram antolhos nos simbolismos mais simples do amor, aqueles que podiam não fazer sentido, mas faziam sentir...


Erika Pessanha

"ah, que ninguém me dê piedosas intenções, Ninguém me peça definições! Ninguém me diga: "vem por aqui"! A minha vida é um vendaval que se soltou"- José Régio.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //Erika Pessanha