cotidiana

Lugar onde as ideias não param

Ana Paula Peixer

Ana Paula Peixer é Coach, membro da Sociedade Brasileira de Coaching.
É escritora e teóloga com Pós em Neuropsicopedagogia.
Atua com coaching, aulas, palestras e treinamentos corporativos.
www.anapaulapeixer.com.br

Vazio?

As verdades são mutáveis no chão da existência e da experiência, quanto mais caminhamos mais entendemos que cada um é único e que a subjetividade não deve ser julgada, questionada ou mudada. Cada um deve aceitar sua vida, suas características e o vazio que o novo traz, a cada dia, cada passo, cada situação.


View imageCostumamos acreditar, quando crianças, que a felicidade existe.

Quando vamos ao supermercado com nossos pais, nossas primeiras alegrias podem estar num "potinho de Danoninho".

Então, dentro da teoria do "princípio do prazer" da psicanálise, as coisas prazerosas da infância nos causam grande satisfação (pelo menos pra quem teve o privilégio de ter uma infância funcional, saudável - em uma família minimamente funcional, coisa rara de se encontrar), uma cama quente, um abraço confortante, uma boa nota na escola, o presente de natal, os ovos de páscoa, o parque de diversões, as palavras encorajadoras, as idas a igreja aos domingos, a dança, a música, as festas de família mas com o tempo, começam as cobranças.

Com o tempo começamos a entender os condicionamentos e as barganhas.

Se você não tirar notas boas, se você não ajudar na louça, se você não for bonzinho, se você não for obediente, então...

Não gostarão de você, não convidarão você, você será castigado, você não será recompensado, reconhecido, legitimado, você irá para o "inferno".

Então chegando na adolescência, começamos a descobrir que não podemos ser quem somos, não somos aceitos como somos, nem pela igreja, nem pela família, nem pelas pessoas. A escola nos massifica, a mídia, a sociedade, a igreja, todo mundo quer nos "formatar" e assim seguimos, sendo enquadrados dentro de um sistema que vigia e pune como disse Foucault.

O vazio é inevitável, chegamos na "vida adulta" com sérios dilemas, carreira, rumos, decisões, sexualidade, escolhas, família, crenças, tudo nos aponta para milhões de dúvidas e nem sempre as religiões, o Estado, os pais e os professores terão respostas, pois a subjetividade é algo muito singular e peculiar de cada um, ninguém pode nos salvar do processo de autoconhecimento e escolhas, ninguém sente como nós, ninguém é como nós.

E aí vem o confrontamento da Filosofia: o vazio é inevitável, não existem fórmulas mágicas para a felicidade. Ela não é perene, não dura o tempo todo e hoje a ciência começa a arranhar algumas teorias sobre ela dentro dos conceitos da psicologia positiva.

Mas penso, particularmente, que a aceitação deste vazio é o começo da "felicidade".

Aceitação é a palavra chave para a felicidade.

Não nascemos prontos, a humanidade não está pronta, está muito longe do ideal de saúde psíquica e social.

A mídia insiste em vender felicidade. A religião insiste em prometer a felicidade. A ciência quer descobrir e resolver o problema da felicidade, mas a questão final é bem "budista", entregar, aceitar, confiar. Não podemos comprar nada, formatar nada, tudo é sempre subjetivo, único, novo e singular. Quanto mais expectativas tivermos em torno das "receitas para a felicidade", mais frustrados ficaremos. Quanto mais aceitarmos nossas questões, dúvidas e vazios, mais pacificados ficaremos.

A vida é uma aventura da qual jamais sairemos vivos. A morte é uma verdade que deve ser aceita.

As verdades são mutáveis no chão da existência e da experiência, quanto mais caminhamos mais entendemos que cada um é único e que a subjetividade não deve ser julgada, questionada ou mudada. Cada um deve aceitar sua vida, suas características e o vazio que o novo traz, a cada dia, cada passo, cada situação.

O que você vive é seu. Unica e exclusivamente seu. Aceite, abrace, viva e experiencie, você verá que ficará mais leve.


Ana Paula Peixer

Ana Paula Peixer é Coach, membro da Sociedade Brasileira de Coaching. É escritora e teóloga com Pós em Neuropsicopedagogia. Atua com coaching, aulas, palestras e treinamentos corporativos. www.anapaulapeixer.com.br.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/recortes// //Ana Paula Peixer