cultura liquida

Homenagem a perda de convicções do pensamento humano e a certeza que tudo muda.

Amauri Nolasco Sanches Junior

tem 40 anos e é paulistano, tem uma deficiência chamada Paralisia Cerebral (não o cérebro paralisado), que deixou sequelas dentro da parte fisicomotora, mas não deixou de ser uma pessoa que vive plenamente. Mesmo cadeirante cursou publicidade virtualmente pela IPED e TI (Técnico de Informática) pela ETEC Pq Santo Antônio na zona leste de São Paulo e não parou. Se formou em Filosofia na FGV (Fundação Getúlio Vargas), além de ser noivo de uma linda dama.

Sócrates: o coaching da filosofia

Muito provavelmente, Sócrates, Platão e Aristóteles diria que os profissionais de coaching seriam os modernos sofistas, pois, dão formulas mágicas para algo tão complexo. Prefiro ouvir os filósofos.


Sócrates.jpeg

Quem lê muita coisa de administração como eu – ainda mais que estou ajudando minha noiva que faz administração – já ouviu falar de coaching que é um instrutor. Esse tipo de instrutor instrui o cliente a ter uma vida muito melhor do que tem, mas claro, essa instrução é num modo conceitual para modelar esses clientes. Como disse o Prof. Clovis de Barros Filho em uma das suas aulas, esse pessoal de administração adora um guru e não descordo.

Acontece que se é para ter um instrutor porquê não ter um instrutor filósofo que fez as mesmas perguntas? Sócrates de Atenas não tinha um modelo pronto, um modelo de felicidade na qual deveríamos seguir, mas assumi que nada sabemos e assim, conhecer a si mesmo. Umas das frases interessantes do filósofo é essa: “Uma vida não examinada não vale a pena ser vivida”. O que é examinar a vida e o que seria uma vida bem vivida?

A maioria das pessoas não sabem nem se estão vivendo, se estão gostando, se são seres humanos. Existem atitudes que são completamente, automáticas e não são examinadas. Talvez, num modo de examinar a tal vida, devêssemos fazer a única reflexão que podemos iniciar para fazer a nossa busca: o que estamos fazendo nesse mundo doido? Daí nos remetemos a uma certeza que é a certeza cartesiana de uns quinhentos anos, se estou pensando, logo eu existo. Nisso Sócrates concordaria com Descartes, só talvez não concordaria em transformar o ser humano em uma máquina.

Talvez, Sócrates tenha influenciado Santo Agostinho em dizer para antes de dormir, examinar o que tínhamos feito ao dia inteiro. Examinar uma vida pode ser entendida como conhecer o que temos de melhor ou pior, talvez, assim podemos chegar a conhecer os “deuses” e o universo, pois chegaremos a uma resposta a dúvida máxima. Os objetivos na nossa vida só vão ser traçados se conhecermos a nós mesmos e conhecendo a nós mesmos, conheceremos a realidade onde vivemos e o propósito que traçamos para nossa vida. Mas antes disso, quem somos e o que queremos na vida?

Muito provavelmente, Sócrates, Platão e Aristóteles diria que os profissionais de coaching seriam os modernos sofistas, pois, dão formulas magicas para algo tão complexo. Prefiro ouvir os filósofos. Prefiro examinar a vida para ser vivida, pois, mesmo o porquê, o que dará certo para um não dará certo para o outro. Pelo simples fato de sermos seres singulares que olham um mesmo fenômeno em perspectivas diferentes. Não gosto de fórmulas prontas, gosto de encontrar as minhas próprias. E você?


Amauri Nolasco Sanches Junior

tem 40 anos e é paulistano, tem uma deficiência chamada Paralisia Cerebral (não o cérebro paralisado), que deixou sequelas dentro da parte fisicomotora, mas não deixou de ser uma pessoa que vive plenamente. Mesmo cadeirante cursou publicidade virtualmente pela IPED e TI (Técnico de Informática) pela ETEC Pq Santo Antônio na zona leste de São Paulo e não parou. Se formou em Filosofia na FGV (Fundação Getúlio Vargas), além de ser noivo de uma linda dama. .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// @obvious //Amauri Nolasco Sanches Junior