de fora para dentro

Ensaio psicanalítico do cotidiano

Vera Blank

Vera Blank, psicanalista.

Escrever para mim é um ato de amor.O exercício da psicanálise é um ato de fé.
Conciliar essas duas experiências é o exercício que faço nesse momento.

  • drip-1037808__340.jpg
    Desejos

    Sonhos sonhados e sonhos vividos, em forma de poema.Os primeiros são particulares, os últimos tornam-se públicos.

  • urban-998216_1920.jpg
    A capacidade de ficar só

    Por capacidade de ficar só, não estou me referindo à situação objetiva de ser privado de companhia externa. O homem precisa do outro para se reconhecer na sua humanidade.
    Refiro-me sim ao sentimento de solidão interior – o sentimento de estar sozinho independentemente das circunstâncias externas. A capacidade de ficar só é um dos sinais mais importantes do amadurecimento emocional.

  • clock-70189_640.jpg
    O tempo e a psicanálise

    Tempo de risos, tempo de lágrimas
    Tempo de criança, tempo que não volta
    Tempo de sobra, tempo por viver...
    Desperdício de tempo
    Tempo que passa, tempo que não passa...
    E agora tempo do novo, tempo de dizer adeus
    ao tempo perdido!

  • defense-attorney-840062_1280.jpg
    Defesas de vida... defesas patológicas

    Nossas defesas, como o próprio nome diz, nos protegem dos riscos da vida.Mas elas também, diante de momentos em que nos sentimos vulneráveis e frágeis, podem nos paralisar, pelo medo de novos sofrimentos.Dessa forma deixamos de investir nos nossos talentos!

  • person-1041904_1280.jpg
    Crescimento mental

    O que vem a ser isso? Maturidade? E por que algumas pessoas demonstram serem tão amadurecidas, desde pequeninas, e outras, já adultas, ainda não conseguiram crescer? Obviamente não é um fator de idade...

  • abraço David diego.jpg
    Morango e Chocolate

    Filme sensível, inteligente, atemporal, passado em Cuba de Fidel Castro, como poderia ser aqui, no Brasil de hoje, ou em qualquer outro lugar...Trata da difícil conquista da individualidade,da liberdade, num mundo tão intolerante com as diferenças.

  • child-920131_1280.jpg
    Adoção e Doação

    Adotar um filho é um ato de amor.
    E quanto ao ato de dar um filho para adoção? Nossa tendência não será classificar esse ato como abandono? Desamor?
    Questões difíceis de julgar e que merecem uma reflexão!

  • mute-swan-997998__180 cisne.jpg
    Nó na garganta

    Angústia, medo, dor, em forma de poesia...

  • chimpanzé.jpg
    Os “donos da verdade”

    Vocês conhecem alguém com essa característica? Pessoas que sabem tudo, não admitem opinião contrária, só eles têm razão... Se encontrar alguém assim me avise, é caso raro!!

  • meditation-884687_1280.jpg
    Sobre a Mentira

    “Sê sincero contigo mesmo e disto se seguirá, como a noite segue o dia, que não poderás ser falso com quem quer que seja.”
    Hamlet
    Por que mentimos? Será que você sempre falou a verdade? E de qual verdade estamos falando? Há tantas verdades! Qual é a sua?

  • paris-964515_1920.jpg
    Primeiro encontro – Como devo me comportar?

    Cenas da vida moderna – como conhecer alguém para namoro? Ou simplesmente amizade? A regra para os solteiros é: -Não fique só, entre num site de relacionamentos!
    Não mais pessoas se encontrando casualmente, olhares se cruzando, num clima de sedução, ou descobrindo afinidades depois de um tempo necessário para se conhecer alguém... e então se apaixonar...

  • corações.jpg
    Sabe você o que é o amor? Não sabe, eu sei...

    Sabe andar de madrugada, tendo amada pela mão...
    Você sabe ser ladrão,
    Mas não rouba o coração
    De uma mulher...

    Essa é a canção, que nos leva a pensar: será que eu sei mesmo o que é amar? Será que amar é sentir paixão?
    Paixão é fogo que arde sem se ver, como diz o poeta... Mas se for só paixão, quando acabar o fogo...

  • sapatos dos refugiados.jpg
    Todos nós estamos nessa caminhada...

    O amor, a solidariedade, estão sendo postos à prova. Prova essa muito difícil pela qual passa a Humanidade. Somos bárbaros? Ou somos Homo Sapiens?

  • 2015-04-03 15.02.43.jpg
    O sentimento de solidão

    Quanto mais a ciência desenvolve novas e avançadas tecnologias que transformam o mundo moderno numa pequena grande aldeia, mais as pessoas que vivem nessa aldeia estão perdendo o contato entre si, vivendo cada vez mais em uma nova solidão, agora cibernética.

  • Two Figures.jpg
    Um ensaio póstumo de uma história triste

    Laurence Stephen Lowry, pintor inglês, (1887-1979) se apresenta para os leitores num relato pessoal e intimista. Não podemos separar o homem da sua criação, e sua arte traz a marca de uma infância triste e infeliz. Esse artigo quer chamar a atenção para a importância da infância e dos primeiros vínculos e de como eles nos impulsionam para a vida e a criatividade ou para a estagnação e a doença.Observamos ao longo da sua obra a importância do reconhecimento (um segundo olhar) acontecendo na sua vida e da transformação dessa falta, criativamente, através da sua arte.