de frente para a tela

Num filme o que importa não é a realidade, mas o que dela possa extrair a imaginação.

Eva Camargo

Estudante de medicina veterinária, com aspiração a super heroína e disfarce de escritora. Uma completa bagunça, que teima em dizer que não quer ser arrumada. Ama o mar, livros, animais, dias chuvosos e vive em busca de uma liberdade que ela diz existir.

Uma Longa Jornada

Uma Longa Jornada é um filme que te aproxima tanto da história que pode sentir-se dentro dela. Você vive as lutas dos personagens principais, busca pelo o que buscam, anseia pelo o que anseiam. Sophia e Luke, Ira e Ruth e, por fim você e eu, vivemos através de uma história o verdadeiro sentido do amor, se é que ele tem algum e se sonhos inventados podem ser melhores do que temos no dia a dia: o sonho da vida acontecer.


image.jpg

Sabe aquela sensação boa que sente após assistir um filme que te faz parar para pensar? Estou sentindo ela agora. A empresa cinematográfica decidiu há anos investir nos filmes de Nicholas Sparks e não sem sucesso, pois um filme atrás do outro repercute de maneira positiva nas telonas.

Filmes clássicos como O Diário de uma Paixão, Um Amor para Recordar e Querido John estão entre os mais tradicionais, mas hoje vamos falar o seu último lançamento: Uma Longa Jornada.

O cinema no geral está saturado de histórias irrelevantes e iguais, assim como o mundo da literatura. Quem nunca assistiu a um filme em que tem uma mocinha, um mocinho, se apaixonam, um problema, se separam e no fim o amor vence e BAM! juntos para sempre? Bom, não se engane esse também é assim, mas ele tem aquele “algo a mais”.

A história começa com um peão de rodeio e uma moça certinha estudante de arte. Dois mundos completamente diferentes. E quando um deles é introduzido no outro, podemos ver o choque e como essas duas realidades são vistas pela sociedade e uma pela outra. No decorrer do filme todo, podemos ver a mocinha Britt Robertson, no papel de Sophia Danko comentando que não está acostumada ao cavalheirismo e romantismo as antigas de Luke, um homem apaixonado pela montaria e mundo do rodeio. Scott Eastwood fez um papel incrível no corpo do cowboy, que tem um misto de homem do campo com a ambição de chegar ao mais alto pódio do rodeio. Mas, vamos ao mais interessante: no meio desse conflito todo de realidades tem Ira Levinson um velhinho de 91 anos que sofre um acidente e é resgatado pelo nosso casal. No decorrer do filme, Ira se torna um elemento muito importante e suas histórias é que se tornam os principais conselhos para Sophia, que passa a visita-lo frequentemente para ler as cartas do velhinho e ouvi-lo.

Ira conta suas histórias com Ruth, sua esposa e o grande amor de sua vida. Ela se foi há nove anos e através de cartas a história de amor dos dois é contada com muita emoção. Ruth é uma peça muito importante para esse quebra cabeça interessante que é este filme. O papel de Ruth é estrelado por Oona Chaplin, neta do grande cineasta e ator Charles Chaplin, que consegue passar para nós através de si até onde você vai pelo verdadeiro amor. Ela deixou para trás seu maior sonho para viver com Ira o verdadeiro sonho que possuíam: unicamente o amor um pelo o outro e mesmo nada sendo perfeito, eles foram felizes, como o próprio Ira diz: Não tivemos um “felizes para sempre”, mas foi quase isso.

Enquanto isso nosso casal dez passa por um enorme impasse: seguir seus sonhos ou dar asas para esse amor puro que estão nutrindo um pelo outro. Esses dois casais de forma muito simples conseguem nos mostrar o que realmente importa no fim das contas, nos faz parar para pensar se sonhos podem tornar-se realidade ou se a realidade é que são nossos sonhos.

Outro personagem interessante é um menino que Ruth e Ira cuidam por um tempo, já que Ruth era professora e sonhava em ter filhos passou a da aulas particulares a ele, vendo que passava por muitas dificuldades em casa, criou um amor grande pelo jovem querendo até adota-lo. Este personagem não tem grande destaque, mas no final, anos depois sua mulher encontra Ira e acontece uma reviravolta. O marido havia morrido e ela leva um presente misterioso e uma foto do casal, quando mais novos.

Sophia passa por uma jornada de autoconhecimento para ficar ao lado de Luke, chega até a desistir de uma coisa muito importante para ela por causa dele, mas ao não ser retribuída se pergunta pelo o que lutava. Enquanto Luke busca chegar ao topo do mundo do rodeio, ele quer ser campeão mundial de rodeio e montar no touro que quase tirou sua vida um ano atrás. Ele busca desesperadamente isso enquanto luta contra os laudos médicos e as pessoas que ama. Ele também trilha um caminho, onde enfrenta não só um touro, mas o que deseja para si, sua vitória pessoal e a cima de tudo o amor de sua vida, que vinha num pacote não tão convencional.

Esse é um daqueles filmes que além de te prender pela beleza dos atores e fotografia, te emociona no ínfimo de sua alma, pois está tão perto da sua vida que se levantar os braços poderá tocá-la. Uma Longa Jornada retrata no sentindo real do nome a jornada de conhecimento e busca de nossos personagens que tem que decidir entre si mesmos ou uma vida juntos.

Pode estar tão próximo de você, que se parar para pensar nós também temos uma longa jornada pela frente.


Eva Camargo

Estudante de medicina veterinária, com aspiração a super heroína e disfarce de escritora. Uma completa bagunça, que teima em dizer que não quer ser arrumada. Ama o mar, livros, animais, dias chuvosos e vive em busca de uma liberdade que ela diz existir..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/cinema// @destaque, @hplounge, @obvious, @obvioushp //Eva Camargo