decifragmentação

(empresta-se espírito para experiência extra)

Katiuce Lopes Justino

  • escola.jpg
    Você acredita na escola?

    Você acredita na escola?
    Não, você não acredita na escola, nesta escola fabril, onde o que interessa é pensar o que fazer fora dela. Você não acredita nesses professores tristes, cheios de tarefa atrasada (como os alunos tristes) que se limitam a verificar a velha constatação: quase nada se aprende aqui.
    Você não acredita naqueles falsos discursos de pessoas empoeiradas de pó de arroz, sem simpatia nem talento, nem mesmo sinceridade, e que, por causa disso mesmo, galgaram os altos cargos da educação... essa nossa educação burocrata, virginal, arrumadinha demais.
    De tudo de ruim que podemos legar às próximas gerações, poderíamos ao menos livrá-las da escola.

  • obvios certa.jpg
    Empresta-se espírito para experiência extra

    Então, vamos falar sobre LEITURA. Afinal, quem gosta de ler encontra o quê quando lê? Minha resposta é: encontra um espírito emprestado... para usar à vontade, e devolver rasurado. E o que pode haver de melhor do que a própria possibilidade de transferir-se gratuitamente, trocar o CEP da alma, sem telefonemas no dia seguinte?
    Ler é estar sendo um outro sensível, pensante, pulsante, verdadeiro e especial.