dedo de prosa

Prosa livre e desobrigada sobre o que há.

Leonardo von Mühlen

Um humilde e fiel súdito da última flor do Lácio.
Autor do blog vilmetafora.blogspot.com

  • bandido.jpg
    BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO?

    Quem afirma categoricamente esse impropério alguma vez já tentou interpretar o mundo sob a ótica do tal "bandido"?

  • homem-invisc3advel.jpg
    HOMEM INVISÍVEL

    A obra-prima de Ralph Ellison, escritor negro americano, revela a crueza e a indiferença com que uma sociedade inumana e doente é capaz de tratar aqueles que, em suma, são parte relevante dela, e não um inconveniente apêndice a ser extirpado.

  • cartaz.jpg
    MORANGO E CHOCOLATE

    Uma comovente história de amizade e respeito capaz de suplantar qualquer espécie de preconceito e superar as mais acirradas diferenças ideológicas. Esse é o cerne de Morango e Chocolate, filme cubano premiado em Berlim e Gramado.

  • Somebody_to_blame_by_the_surreal_arts.jpg
    FARTO

    Estou farto da vida, invariavelmente mal vivida, de cujo sentido - admitindo que haja um - desconfio. Confio mais na morte: objetiva, inevitável e redentora. Viver a vida é suportá-la. Até que a morte nos liberte.

  • marginal.jpg
    SER MARGINAL

    Sociologicamente falando, o indivíduo marginal é aquele delinquente que rouba, mata, sequestra e estupra. Ele vive à margem das normas éticas e morais. Ele não cumpre as leis e não respeita regras de conduta estabelecidas. Ele é um marginal na mais pejorativa acepção do termo.

  • homem-chorando-838x441.jpg
    HOMEM QUE É HOMEM CHORA

    O mito de que "homem não chora" já caiu por terra há muito tempo. Mas, inacreditavelmente, ainda há quem o proclame. Nada como o lirismo de um poema e a magnanimidade da mulher para romper o dique e livrar o homem dos grilhões do passado num pranto libertador.

  • 969DOSTOIEVSKI3--644x362.jpg
    VINHO E LITERATURA

    A grande literatura não é senão para que nos entendamos a nós mesmos, jamais para que decodifiquemo-la como um tratado filosófico ou uma consolidação de decretos. A arte é subjetiva e não carece de razões ou silogismos. Entendamos isso.

  • livros-.jpg
    CULTURA INÚTIL

    O que se pode entender por "cultura inútil", expressão tão largamente usada por toda sorte de pessoas ao referirem-se a informações aparentemente sem valor? Existe, então, uma "cultura útil"? E a figura do "conhecimento" pode participar desta brincadeira? Cultura x Conhecimento: um dos grandes embates do pensamento humano.

  • 65050445_srdan-golubovic_web1.jpg
    CIRCLES

    Um acontecimento do passado fica em aberto na intimidade de seus circunstantes. Como dá-lo por encerrado e seguir vivendo?

  • tempo.jpg
    QUINZE MINUTOS

    O tempo é o grande carrasco de todos nós, implacável e derradeiro. Haveria forma de suplantá-lo? A ignorância, talvez, preste-se a este papel, nem que seja por breves - ou intermináveis - quinze minutos.

  • violao.jpg
    CANÇÃO, MÚSICA E POESIA

    A música, de uma forma geral, exerce uma influência muito forte sobre nós, os que a reverenciam. Dentre as tantas faces da música, popularizou-se sobremaneira a canção, associação harmônica entre letra e melodia. Residiria nesse binômio o legítimo valor da canção? Seriam indissociáveis melodia e letra, sob pena de, avulsas, ambas sucumbirem?

  • chicobuarque.jpg
    A MULHER CHICO BUARQUE

    As mulheres de Chico são tema recorrente de artigos, ensaios, até mesmo em mesas de bar. Mas e quando Chico Buarque não fala tão-somente sobre alma feminina? E quando ele é a mulher de suas canções? E quando a alma retratada é a da sua própria porção mulher? Aí, meus caros amigos, o resultado é simplesmente sublime!

Site Meter