deletrear

Letra e sentimento

Tatiane Cris Nunes

Tatiane Cris Nunes é psicóloga, menina-mulher do interior de Minas que vive um romance com Beagá. Neta de avô contador de histórias, fez curso de oratória (mas deixou-se seduzir pela "escutatória").
Uma apaixonada por café, vinho e flor.
Costuma abusar do direito de ir e vir, só para sentir liberdade.
Ariana, logo destemida e dona de um belo topete, mas tudo isso adoçado com açúcar. Escreve para não desaparecer

  • travel-3528324_1920.jpg
    Dark: para além da ficção

    Para além de um prato cheio para físicos e afeitos à quântica, Dark é uma série dramática que não tem medo de entregar um conteúdo altamente elaborado também do ponto de vista das relações. Alerta de spoiler.

  • maryy.jpeg
    5 filmes altamente sensíveis para assistir na Netflix em 2020

    Valiosas contribuições cinematográficas em tempos de quarentena.

  • women-3051614_1920.jpg
    Revoluções pessoais

    As revoluções convidam.

  • book-863418_1920.jpg
    Travessias, velhos e mares

    Há um rio no meio do sertão para cada pessoa. Uma jangada para zarpar em meio ao mar aberto. Travessias.

  • dandelion-843587_1920.jpg
    Carta aberta à minha amiga

    Uma carta, dessas antigas.

  • art-artistic-close-up-2970497.jpg
    Joker: uma ode à sétima arte

    Um dos filmes mais artísticos dos últimos tempos. Atenção: contém spoiler!

  • astronomy-background-backlit-2524767.jpg
    Aos sonhadores

    Sonhadores são indivíduos que fazem parte de uma subespécie humana, ou seja, um grupo de indivíduos distintos, em geral isolados, que representa um passo em direção a uma nova espécie, embora ainda sejam capazes de intercruzamento, conforme referências taxonômicas.

  • sad-status-1691593_1920.jpg
    Tédio não é saudade, nem nos domingos

    O tédio é perigoso. Mascara-se de saudade, de amor, de arrependimento. O tédio namora a carência e a recaída. Nessa perspectiva não é de todo mal que a vida seja um pouco corrida. Apenas há que se tomar cuidado com os domingos.

  • bank-1801642_1920.jpg
    É proibido ficar sozinho? Um olhar sobre o filme The Lobster

    O filme The Lobster se refere a uma história nonsense que, em dado momento, é capaz de provocar naquele que a assiste o seguinte e paradoxal insight: faz sentido.

  • audio-1851517_1920.jpg
    Bohemian Rhapsody: o mundo pertence aos ousados

    O mundo pertence a quem compreende que existir não é passivo. Pelo contrário, viver exige. É preciso dar ao mundo. E não apenas esperar dele.

  • roller-skates-381216_1920.jpg
    Fabulosas Máquinas do Tempo

    Basta um perfume, um som, um objeto que - inesperadamente - se apresenta aos nossos sentidos para que sejamos transportados de forma instantânea para um outro lugar, dia, mês e ano. Máquinas do Tempo são as miudezas que abrem a porta para que a lembrança nos alcance com seus pés ligeiros e nos devolva a nós mesmos.

  • sparkler-677774_1920.jpg
    Canção dos 30 anos

    Na canção dos trinta anos eu entoaria um la la la despreocupado para celebrar a idade em que me dei a mão para dançar, e que me mostrou quem é essa mulher que agora canta enquanto escreve. Trinta anos. Dizem sábios escritores que é quando realmente sabemos o que queremos da vida. Coincidência ou não, desconfio que, se não descobrimos antes, é uma boa hora para nos perguntarmos. Trata-se de um tempo oportuno para perceber que o nosso caminho é só nosso, e que só a nós ele interessa.

  • 598.jpg
    "tome conta do que vai dizer"

    Dizer é algo sinuoso, é um jogo em que é preciso encontrar no acervo da língua e da linguagem nomes em que caibam nossos desejos e emoções. E por isso enunciar é uma aventura cheia de encontros. E de desencontros.

  • people-2604267_1920.jpg
    Sobre o milagre do potencial

    Se existe algo de maravilhoso no ser humano é a sua capacidade de realizar. Muitas vezes, basta que um elemento ou evento dispare, e estamos diante da feitura de coisas tão maravilhosas que se insinuam enquanto milagres. O grande motor que parece manter vivo o encanto contido na vida e que torna o mundo maravilhoso em alguns momentos parece morar na capacidade e na vontade que existe em cada ser humano de realizar algo com o mais puro amor e total doação.

  • color-787251_1920.jpg
    Sobre o amor inventado

    Em um primeiro olhar, o amor inventado que canta - mais de uma vez - Cazuza, vai na contramão da ideia de amor romântico na medida em que o poeta diz que esse amor é uma mentira, na música que também é uma "Estória Romântica". Mas ao mesmo tempo, ao afirmar que adora um amor inventado, Cazuza também tece a possibilidade da invenção do amor enquanto uma maneira de amar, talvez exagerada, mas possuidora da sua verdade.