deletrear

Letra e sentimento

Tatiane Cris Nunes

Tatiane Cris Nunes é psicóloga, menina-mulher do interior de Minas que vive um romance com Beagá. Neta de avô contador de histórias, fez curso de oratória (mas deixou-se seduzir pela "escutatória").
Uma apaixonada por café, vinho e flor.
Costuma abusar do direito de ir e vir, só para sentir liberdade.
Ariana, logo destemida e dona de um belo topete, mas tudo isso adoçado com açúcar. Escreve para não desaparecer

5 filmes altamente sensíveis para assistir na Netflix em 2020

Valiosas contribuições cinematográficas em tempos de quarentena.


Thumbnail image for mary-shelley-o-filme-sobre-a-mulher-que-inventou-frankenstein-2-1024x683.jpg

A pandemia gerou um recolhimento compulsório que conferiu a uma boa parcela da população mais tempo livre, ou pelo menos, mais tempo em casa. Reconfigurar agenda, interesses, pensamentos e sentimentos definitivamente não é tarefa fácil. Nesse sentido o cinema, enquanto sétima arte, alcança uma função que vai além de preencher as horas. Há filmes que são verdadeiras pérolas, capazes de proporcionar insights e criar espaços de compreensão e ressignificação de emoções. Aí vai uma pequena lista de filmes altamente sensíveis, que fogem de clichês e acessam sombra e luz da experiência humana.

O vazio do domingo (La Enfermedad del Domingo - 2018)

elvazio.jpg

Trata-se de um filme espanhol, cinema que tem demonstrado grande força nos últimos tempos. A temática refere-se à relação mãe-filha, mas de uma forma pouco óbvia: abandonada ainda na infância, uma mulher propõe à sua mãe, que não vê há mais de 30 anos, uma temporada juntas. É legítimo mencionar que são atuações absolutamente primorosas, somadas à fotografia da paisagem algo hostil, algo familiar (principalmente composta pelos objetos simples do interior da casa - suas cores, suas locações) e a uma bela música, e que garantem - por si só - uma experiência preciosíssima. É um filme profundo, inusitado, surpreendente, belo e absolutamente artístico.

A Trincheira Infinita (La Trinchera Infinita, 2019)

trinche.jpg

Esta é uma trama que se desenrola lentamente dentro do contexto histórico da Guerra Civil Espanhola. Um dos grandes méritos do filme é apresentar uma linha do tempo que traz à tona um processo de amadurecimento/envelhecimento de um casal - e dos indivíduos que formam esse par -, jovem, idealista e apaixonado, vítima de circunstâncias que os condenarão ao isolamento e à solidão. Tal linha do tempo consegue nos remeter com familiaridade à passagem do tempo e influência da realidade que abarca a todos, paralelamente, a despeito do pano de fundo. Acompanhar os efeitos de tais imperativos nessa relação traz reflexões profundas.

Palmeiras na Neve (Palmeras en la Nieve, 2015)

palmm.jpg

Um filme único, muito condizente com a experiência da leitura de um romance. Também um filme espanhol, a trama acontece na Guiné - na época, colônia espanhola na busca pela independência _ , lugar em que Kilian conhece Bisila. Trata-se de um romance impossível, marcado por impasses culturais, mas que alcança uma realização que independe das proibições. É uma história linda, intensa e muito bem contada, que faz valer a pena imensamente as 2 horas e 43 minutos. O longa conta com belos cenários tropicais e uma música que ecoa para além do momento em que sobem os créditos.

O Caderno de Sara (El Cuaderno de Sara, 2018)

sara.jpg

O caderno de Sara é um filme que retrata uma aventura, mas também um drama. Acompanhar a protagonista Laura em sua jornada pela África em busca da irmã desaparecida faz acelerar o coração algumas vezes, diante dos perigos de um território congolês em guerra. Mas para além disso, o filme retrata a busca pelo sentido da vida, tocando com delicadeza no tema das relações familiares e da amizade. Um belo filme, que envolve o espectador do início ao fim contendo, porém, fortes cenas de violência que tampouco o poupam.

Mary Shelley (Mary Shelley, 2017)

maryy.jpeg

Muito mais do que remeter à autora de uma obra-prima como Frankenstein, esse filme faz despontar a história de uma mulher forte, talentosa, corajosa, inserida em uma sociedade extremamente machista. A beleza deste longa, que contempla o romance da escritora com o poeta Percy Shelley, mora no processo de transformação por que passa Mary; processo que ocorre simultaneamente ao nascimento de sua obra e de toda a ruína que ela contempla.


Tatiane Cris Nunes

Tatiane Cris Nunes é psicóloga, menina-mulher do interior de Minas que vive um romance com Beagá. Neta de avô contador de histórias, fez curso de oratória (mas deixou-se seduzir pela "escutatória"). Uma apaixonada por café, vinho e flor. Costuma abusar do direito de ir e vir, só para sentir liberdade. Ariana, logo destemida e dona de um belo topete, mas tudo isso adoçado com açúcar. Escreve para não desaparecer.
Saiba como escrever na obvious.
version 11/s/cinema// @obvious, @obvioushp //Tatiane Cris Nunes