diferente

um blog para todos e para ninguém

Thiago Borges

Alguém desesperadamente impossível...Um amante.

  • Wilhelm_Meisters_Lehrjahre_1795.jpg
    Um ensaio sobre Wilhelm Meister: ou é o começo do fim ou é o fim

    Um ensaio sobre a obra de Goethe, "Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister". Um dia, uma vida morre diariamente.

  • 20663841_10212305805657840_4763032924965692139_n.jpg
    Contos extraordinários baseados em fatos reais

    Oito contos extraordinários para dar conta da falta de imaginação em tempos de "verdades".

  • saturno.jpg
    O fim das ideias (e do humanismo) e o espírito do tempo das "pós-verdades" que nos devora

    Em tempos de "pós-verdades", não nos resta muita vida. É a hora de Trump e dos aniquiladores das ideias. Vamos lamentar a desgraça do presente que nos separa pelo "muro" da desigualdade e da ignorância. Há luta possível?

  • 2013-06-03-opening-tats-1.jpg
    Enquanto eu estava no Facebook

    Muito se diz sobre "a" crise e seus culpados. Pouco se diz de si e de sua parcela na tal crise. Pois o "modus operandi" demanda mais culpados. Pois o "inferno são os outros" como já dizia o Facebook.

  • siria.jpg
    Sobre a terceira e outra qualquer grande guerra

    Enquanto o planeta assiste aos perigosos ensaios de mais uma grande guerra, uma criança síria se pergunta os "porquês" das bombas em Aleppo.

  • evolution.jpg
    O estranho caso da internet inútil

    O artigo propõe uma reflexão sobre a utilidade da internet como transformador do pensamento e das relações humanas por meio de quatro proposições: 1) O Google não é a internet; 2) As redes sociais são antissociais; 3) A internet não é livre; e 4) A internet é inviável para Revoluções.

  • 90f9b56d5e46ebddda2ae3e74daafaec.jpg
    Chega de mentiras (De negar o meu desejo)

    Ó senhores, finalmente me entrego ao meu desejo e assumo minha posição ao lado direito rumo à justiça! Este é o relato de mais um que se afogou no mar de ilusões da esquerda e finalmente respirou a verdade por de trás dos fatos! "Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem"...VEJAm, ó senhores!

  • ...
    Manifesto pela Liberdade (para hackers e não-hackers)

    Em 1996, o ativista John Perry Barlow escreveu em Davos uma "Declaração de Independência do Ciberespaço". Em 2016, na língua portuguesa, surge um novo manifesto pela liberdade por meio da revolução na internet em favor da humanidade. Esta é somente mais uma contribuição de um humano com seu grito silencioso (mas que não quis ficar calado) frente as tragédias e violentos conflitos em escala global. Como a comunidade da internet pode se rebelar? Unindo-se.

  • Caipira_picando_fumo.jpg
    Qual o sentido da vida?

    Simplesmente um relato fidedigno de um caipira de Minas Gerais sobre a origem do universo.

  • 9cdf89c0c718ef1.jpg
    Notas sobre um arrependimento

    Qual arrependimento é possível? Seria humanamente possível se arrepender? Impossível ou inumano, ouso arrepender. Só não arrependo de ter vivido você.

  • charlie-759.jpg
    Contradições e provações sobre o tema "refugiados": um ensaio no mar capital

    Trata-se de um ácido ensaio "crítico" para expor contradições não tão óbvias sobre o tema "refugiados". Apenas provações terríveis sobre as relações internacionais do presente, trituradas - ao mesmo tempo - num moinho de uma possível filosofia qualquer para tentar pensar aquilo que é..."ou não"?

  • tumblr_nrnn28VNzP1rdwepdo1_1280.jpg
    Você, a bela mulher

    Esqueça os dizeres de qualquer homem. Você é sua, bela mulher. Você é o que a beleza disser...Ninguém vai dançar a melodia da vida sem saber o que é ser, unicamente, Mulher...

  • DSC_0008.JPG
    Devaneios sinceros com o Ipê Amarelo

    - Por que algumas pessoas simplesmente tomam algo por verdade, julgam, condenam e punem com tanta facilidade? Estou triste e ferido, caro Ipê Amarelo, você pode me ajudar?

  • deus in absentia.jpg
    O novo disco do Ghost é o melhor disco do ano?

    "Meliora": o "melhor" disco do Ghost? A promessa da banda Ghost se cumpriu. Oremos.

  • ouroboros_drawing_by_unsider-d4hjjql1.jpg
    Ao infeliz

    Tem dias que a gente se sente. Como quem partiu ou morreu. A gente estancou de repente. Ou foi uma consciência infeliz que apareceu (como uma pedra no meio do caminho). Não se culpe... A máquina do mundo triturará nossos sonhos (e cálculos) e reduzirá nossas ilusões (de senhor e escravo) a pó.