disseminando ideias

Quebrando tabus, reconstruindo opiniões, escrevendo sobre a vida e vendo o que vai dá ..

Larissa Nascimento

Precisamos cultivar os relacionamentos

Precisamos realmente nos sentir bem com cada uma das nossas escolhas, do sabor do sorvete à escolha profissional, e isso interfere diretamente na forma como nos relacionamos


Blog 2.jpgSe plantamos uma semente, logo esperamos que ela nos dê frutos ou que nos dê lindas flores, mas, plantar a semente não é o único passo para que alcancemos o nosso objetivo principal, a planta precisa ser cultivada. Cultivar é uma palavra que vem do Latim cultura “ato de plantar e desenvolver plantas, atividades agrícolas”, de colere, “cuidar de plantas”. Mais tarde, desenvolveu-se o sentido de “cultivar os relacionamentos, a mente, a família, a educação.”

Esse sentido que foi desenvolvido através da palavra cultivar está esquecido, têm sido cada vez mais difícil manter as relações, a mente, e o que falta é justamente isso, os pequenos gestos de carinho, as lembranças, são como a água e o sol que a planta precisa para crescer, o verbo cultivar se encontra no bom dia que você dá a alguém todas as manhãs, é como dizer: - Eu estou aqui e me importo com você. São essas pequenas coisas que fazem com que a planta cresça e possa te dar aqueles frutos, se o cuidado é assíduo, muito em breve teremos uma bela árvore que agora vai te proporcionar uma sombra fresquinha, e apesar de passado algum tempo, parecer que ela não precisa mais de cuidados, você provavelmente vai ter que podar os seus galhos, sim meu caro, é uma eterna conquista.

Assim como com seus amigos, sua família, todos precisam ser cuidados, ser cultivados, afinal, a construção de um relacionamento é um caminho longo, essa arte é realmente difícil de dominar, pois, o jogo da frieza rola solto por aí, e o ganhador é sempre quem consegue se manter mais longe, em tempos de sentimentos efêmeros, ostentar um relacionamento firme e duradouro é quase impossível. É claro que cada um tem a sua própria maneira de demonstrar afeto, e cabe a nós perceber, parece complicado, mas, existem mil maneiras de dizer eu te amo, amar é um verbo, assim como cuidar e, como tal, implica uma ação, não basta dizer, tem que ser demonstrado, vivido, então, o que nos impede de praticar?

Quando o relacionamento se torna mais maduro, pensar em si mesmo se torna uma prioridade, e alguns fatores principais auxiliam nessa grande demonstração de desinteresse de ambas as partes, um deles é o tempo, ou melhor, a falta dele, vivemos sempre tão ocupados, e os encontros acabam se tornando cada dia mais raros, a comunicação então, quase zero, fazemos o que tem que ser feito, por costume, ou por conveniência, e se não deposita bons sentimentos em cada uma das suas ações não valeu de nada.

Precisamos realmente nos sentir bem com cada uma das nossas escolhas, do sabor do sorvete a escolha profissional, e isso interfere diretamente na forma como nos relacionamos, afinal, sem percebermos escolhemos manter algumas pessoas mais próximas que outras, aquelas que nos provaram que vale a pena, e já que fizemos essa grande escolha, deveríamos zelar por elas. Blog.jpg Não podemos viver em um mundo onde as pessoas agem como se fossem máquinas, é totalmente improdutiva a tentativa de padronizar as relações com um roteiro básico da conquista, é como plantar a semente e não regar, permita-se ser o semeador de bons sentimentos, e garanta a gratidão e o respeito de todos à sua volta, dê sempre o seu melhor e seja atencioso sempre que necessário. Seja paciente e amoroso ! Seja humano.


version 3/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Larissa Nascimento