disseminando ideias

Quebrando tabus, reconstruindo opiniões, escrevendo sobre a vida e vendo o que vai dá ..

Larissa Nascimento

Solteira sim, mas até quando?

Você entrou em uma fase de forever alone e, mesmo assim, se sente muito bem, curte sua liberdade ao máximo e sente que é a melhor fase de sua vida e quando menos espera, conhece alguém que te faz virar do avesso. Você tá preparada para mudar o roteiro?


2245960-9342-rec.jpg06" class="mt-image-none" style="" />

De repente, você está ali com a mente tranquila, com aquela paz e a segurança de que não precisa de ninguém. Até o prezado momento, intitula a melhor sensação do mundo: pertenço a mim e mais que isso, eu me completo.

Passar um tempo sozinha, traz essa segurança, ninguém te incomoda, você não tem com o que se importar além de si mesmo, é se ter e se conhecer ao extremo, passar horas sem fazer nada, e mesmo que role uma balada com os amigos de vez em quando, você não tem nada programado e tem essa total liberdade para passar o sábado à tarde jogado no sofá.

E no meio de toda essa vida leve, de total convicção, daquela velha história do "antes só do que mal acompanhado", você esbarra com aquele ser que vai te dar uma reviravolta dos pés à cabeça em questão de 24 horas, quase um giro que a Terra dá em torno do seu próprio eixo, vai entender, esse tipo de coisa não se prevê, não se tem um lugar específico, uma receita de bolo, talvez seja através de um amigo, ou sei la, no bar do seu Zé na esquina, e esses acabam sendo os acasos mais gostosos de se encontrar, você nunca sabe de primeira, a única coisa que lhe arremete logo de cara é a certeza de que isso não vai acabar bem, digo isso porque aquela tal liberdade que te enchia de orgulho, já não tem mais tanta graça, e quando menos se espera, aquelas borboletas que estavam guardadas em um pote no armário aparecem esvoaçadas no seu estômago no dia seguinte.

E em sinal de alerta seu cérebro te envia um comando chamado medo, que te faz querer fugir, evitar e ver todos os pontos negativos, você se arma até os dentes antes de pensar em ter qualquer relacionamento, mesmo sabendo que aquele cara pode ser só mais um dos caras, você age como se ele fosse o último da Terra e você pensa em desistir antes mesmo de tentar, porque la no fundo, bem no fundo mesmo você sabe que ele é diferente de todos os outros, aquele frio que te dá não é à toa, e nesse momento tudo que você mais quer é saber qual o próximo passo, não há nada nesse mundo que pague essa sensação, arrisque se, pode ser que ele se torne o seu melhor bom dia, você não perde nada por tentar, se não for ele será o próximo, so saiba de uma coisa, nenhuma experiência é igual a outra!


version 1/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Larissa Nascimento