do ser

as reflexões que nos levam a construir nossas vidas

Victor Oliveira

Formando em Direito na Universidade Estadual do Rio Grande do Norte. Assíduo leitor sobre o que a filosofia pode corroborar com a formação do ser. Orientação política à esquerda.

10 aforismos para a vida, por Nietzsche

Leia sobre o filósofo alemão que teve a ousadia de tentar quebrar os grilhões da sociedade sobre o indivíduo. Com a frase "Deus está morto", Nietzsche tremeu as bases de uma sociedade europeia, até então religiosa.


fig_edward_munch_nietsche.jpg

Friedrich Nietzsche foi um filósofo alemão conhecido por sua crítica aos elementos que formavam a cultura e o modo de pensar do homem ocidental, como a religião, a moral, a ciência e a própria filosofia. Suas críticas apresentavam sempre traços de sarcasmo, ironia e também metáforas. Além disso, Nietzsche costumava expressar suas ideias através de aforismas. Sua filosofia visa o aperfeiçoamento do homem a partir da destruição dos grilhões criados pela sociedade. Por isso, neste artigo será elencado dez principais aforismas do filósofo alemão.

A primeira frase é a mais famosa de Nietzsche, que exemplifica bem a característica niilista do filósofo alemão:

1. Deus está morto. Viva perigosamente. Qual o melhor remédio? – Vitória!

Um aforisma desses para época foi algo um tanto corajoso. Nietzsche visava atacar um dos principais pilares da sociedade, no caso a religião, para que assim, possamos desconstruir essa visão de vida após a morte, para que possamos viver melhor verdadeira vida. Para o filósofo o cristianismo era algo decadente, pois um dos seus pontos principais era essa farsa de outra vida pós-morte.

Ainda sobre religião, Nietzsche faz mais uma crítica:

2. A diferença fundamental entre as duas religiões da decadência: o budismo não promete nada, mas assegura. O cristianismo promete tudo, mas não cumpre nada.

Saindo um pouco dessa faceta niilista e existencialista de Nietzsche, vamos abordar o amor. O filósofo alemão também foi um poeta e compositor, nos traz alguns ensinamentos importantes:

3. Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal.

Agora um pouco mais pessimista, ou demasiadamente realista:

4. O amor é o estado no qual os homens têm mais possibilidades de ver as coisas como elas não são.

Dessa vez, mais doce:

5. Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura.

Outro ponto de crítica da filosofia de Nietzsche era a moral da sociedade. Para iniciar essa sequência de aforismas que visam à desconstrução desse outro pilar social, nada mais oportuno do que esse curto aforisma:

6. As convicções são cárceres.

Podemos observar que a moral nos faz crer que o nosso julgamento sobre determinado fato está absolutamente correto e isento de erros. Mas a moral é constituída pela sequência inconsciente de práticas e julgamentos realizados repetidamente pelos membros da sociedade, sem uma devida reflexão. Um aforisma que exemplifica bem isso:

7. A moralidade é o instinto de rebanho do indivíduo.

No entanto ao nos libertarmos das convicções morais, podemos ter dificuldades de nos adaptar a essa nova maneira de ver a vida, que não está assegurada ou tutelada pela sociedade, como a moral. Por isso:

8. Cada pessoa tem que escolher quanta verdade consegue suportar.

Porém, isso às vezes não é possível. O que acarreta:

9. O desespero é o preço pago pela autoconsciência.

Para finalizar, um aforisma que ilustra muito bem os últimos anos de vida de Nietzsche, após sofrer um colapso mental e ser internado em um hospício:

10. E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música.

Nietzsche_Olde_01.JPG


Victor Oliveira

Formando em Direito na Universidade Estadual do Rio Grande do Norte. Assíduo leitor sobre o que a filosofia pode corroborar com a formação do ser. Orientação política à esquerda..
Saiba como escrever na obvious.
version 11/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Victor Oliveira