doce menina

a essência daquilo que se é

natally rodrigues

Um ser humano aprendiz da vida, do mundo, das sensações, um ponto sem fim regido pela arte. Autora dos livros de poesias "Doce Menina" e "Viver é um pecado mortal", graduanda em Psicologia.

bem me quer, mal me quer

Nunca levei tão a sério e desejei a sorte de um amor tranquilo, como agora.


move.jpg

Hoje não é dia de doce balanço, faz tempo que o meu coração anda desastrado e perdido. Acho que eu nunca me senti tão perdida, de tanto amor que transbordei acabei me perdendo nessas ondas que agora são de solidão. Os meus pensamentos não colaboram, eu me lembro de você todo dia, várias vezes ao dia, tudo não tem importância a partir do momento em que meu corpo todo dói.

Errado nessa história é não poder ser quem você é, errado nessa história é a injustiça dos seus atos perante algo que te fez tão feliz. Não venha me dizer que não, você sabe como o seu sorriso era único quando estava ao meu lado, quando a gente estava junto. E por mais que em momentos você odeie isso, eu te conheço um tanto suficiente pra te conhecer mais do que os outros pensam que te conhece.

Hoje eu peguei as coisas para estudar, mas meu foco não se estabeleceu. Eu fui tentar comer, mas a apetite vem dilacerando meu físico. Então eu vim tentar escrever, mas olha sobre o que eu estou dizendo nessas linhas. Seus traços tão reconhecíveis aos meus olhos, ultimamente mal têm sido vistos. Ouso dizer que todos a sua volta estão te achando bem, mas me preocupo em saber sobre a calmaria do seu coração. Em quando você fica roendo as unhas ou puxando as linhas da calça rasgada como uma forma de manifestar a sua ansiedade, a sua inquietação, o seu silêncio que tanto me diz.

Hoje é só mais um dia triste desde quando você começou a agir dessa forma tão dolorida. Hoje é só mais um dia que eu tento por meio das palavras dizer o que tem passado e sentido dentro de mim. Hoje é só mais um dia sem graça e sem sentido. Hoje é só mais um dia que a gente tem tentado se enganar.

Sabe, acho que eu já teria acabado com as flores do mundo se fosse fazer bem me quer, mal me quer. Porque eu não consigo acreditar que você me quer mal, mas também não consigo acreditar que me quer bem.


natally rodrigues

Um ser humano aprendiz da vida, do mundo, das sensações, um ponto sem fim regido pela arte. Autora dos livros de poesias "Doce Menina" e "Viver é um pecado mortal", graduanda em Psicologia..
Saiba como escrever na obvious.
version 7/s/recortes// @obvious, @obvioushp //natally rodrigues