dos vestígios da medusa

Impressões sobre a poesia das palavras e das coisas.

Mariana Silveira

"Uma tarde é suficiente para ficar louco ou ir ao Museu ver Bosch" Roberto Piva (Piazza I)

Nouvelle Vague na tradição das rupturas

Jean-Luc Godard e François Truffaut, na virada da década de 50, em completo envolvimento com os Cahiers du Cinéma, lançam suas primeiras grandes obras de arte: Acossado e Os incompreendidos, a fim de exaltar principalmente o cinema de Hitchcock, rompendo com a tradição francesa de se realizar filmes simplesmente baseados em obras literárias e, com todo o fôlego, instaurando a Nouvelle Vague no mundo.


godard 1.jpgGodard com Jean-Paul Belmondo e Jean Seberg filmando Acossado

Sêm fôlego e Aprontando todas seriam as traduções certeiras para os filmes, respectivamente, de Godard e Truffaut. Dissonâncias à parte, estas duas obras inauguram esta nova tendência do cinema francês, de um cinema mais ação que diálogo, mais realidade que stardom.

Gênero policial, atores desconhecidos, roteiro improvisado, falas certeiras. Este é o tom dessa nova onda que se cria através destes jovens cineastas, grandes admiradores de Billy Wilder, Nicholas Ray e Alfred Hitchcock.

godard 2.pngJean-Paul Belmondo e Jean Seberg em Acossado

O filme apresenta Michel (Belmondo), um ladrão de carros que acaba por matar um policial no Sul da França, tendo que fugir para Paris, cidade onde reencontra sua antiga namorada Patrícia (Seberg). Apaixonados com lapsos de comunicação, uma vez que a garota é americana e estuda Letras em Paris, perguntando todo tempo a Michel qual o significado das coisas, passam a viver um jogo de hide and seek com a polícia que quer, a todo, custo capturá-lo.

Inúmeras referências são feitas na película de modo a estabelecer um diálogo entre o novo e o velho que deve ser conservado. Os personagens ouvem Concerto para clarineta de Mozart ao mesmo tempo em que um jazz deslumbrante perpassa o filme em sua grande parte. Michel contempla um pôster de Humphrey Bogart com grande admiração, talvez vendo seu próprio reflexo. As roupas e o jeito de agir dos personagens denota extrema sofisticação e charme: elementos que muito influenciaram os anos 60 e, até hoje, apresentam uma face imponente de um cinema arrebatador.

truffaut 1.jpg Jean-Pierre Léaud em cena de Os incompreendidos

Antoine Doinel, personagem principal que no futuro aparecerá em outros filmes de Truffaut, é um menino que vive sua infância conturbadamente, pois é negligenciado pelos pais, encontrando refúgio nas ruas da cidade, momento de "aprontar todas", principalmente quando está no cinema.

Filme que permite visualização de um retrato da juventude que rebela-se, com total razão, contra uma sociedade moderna que não sustenta seus valores e seu sistema, que tem seus muros derrubados por vozes que ganham espaço a partir de novas propostas estéticas na arte, sobretudo no cinema.

A Nouvelle Vague certamente apresenta elementos que caracterizam-se como inovadores do ponto de vista artístico, pois tais filmes, como seus sucessores, são documentário e ficção ao ponto de manter compromisso com a realidade em uma verossimilhança que reflete uma vanguarda necessária para tais criações, vanguarda que repudia a iconoclastia ao mesmo tempo em que realiza inflexão nas letras clássicas, constituindo um cinema de constantes citações.

O movimento é grande exemplo da tradição das rupturas existente na história humana, da mesma maneira que os vanguardistas do início do século XX idolatram a modernidade (primordialmente Baudelaire) e ignoram os clássicos, em igual proporção os românticos, que voltam-se para os romances de cavalaria da Idade Média, de modo a recuperarem seu nacionalismo, e os maneiristas, que rompem com as tradições do Renascimento e fixam seus olhos em Bosch e Bruegel. Nas tradições das rupturas, uma citação de Godard: um filminho de gângster é melhor que um filme francês escrito por um acadêmico.


Mariana Silveira

"Uma tarde é suficiente para ficar louco ou ir ao Museu ver Bosch" Roberto Piva (Piazza I).
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/cinema// @obvious, @obvioushp, @obvious_escolha_editor //Mariana Silveira