Amanda Scarabello

Curiosa pela vida e entusiasmada com as diversas possibilidades de mundos, culturas e pessoas. Quase formada em Publicidade e com um único sonho... ainda para descobrir qual é. É dona do blog Mapeando o Mundo com mais três amigas.

Porque é preciso ter um objetivo?

Já se sentiu no tédio rotineiro alguma vez? Parece que nunca tem escapatória, não é mesmo? Mas isso só depende dos seus planos e objetivos para você mesmo.


Sou super a favor de não ter rédeas para te impedir de fazer o que você quer quando achar que deve em um insight repentino, mas algumas coisas precisam ser medidas e em algum momento você precisa saber o que vai fazer.

10373434_AOdRD.jpeg

Não estou dizendo para ter um plano B pra tudo, longe disso, porque o metódico nunca nos permitiu sair da nossa zona de conforto e explorar o novo. Também não estou falando pra você decidir o que vai fazer daqui há 5 anos, aquelas perguntinhas chatas de entrevista, sabe? “Como você se vê daqui há 5 anos?”.

É impossível saber, cara. Afinal o meu “eu” daqui há 5 anos com certeza não concordaria com o meu “eu” de hoje, a gente muda, a gente desenvolve e isso sempre foi um sinal de crescimento, pois quem estagna no seu mesmo “eu” de 5 anos atrás não está vivendo.

Mas...não, não é disso que eu tô falando, sabe? Tudo bem mudar de ideia várias vezes, mas é importante decidirmos pelo menos o que quer ser agora, o que quer fazer agora e seguir em frente. Ter um plano, mas não aquele plano definitivo que não te deixar fazer mais nada, e sim um plano que pode abrir outros caminhos se um dia você quiser.

Muitas vezes, nos perdemos nos nossos objetivos, nos nossos planos e nos acomodamos, ficamos acomodados com uma vida estável e começamos a nos preocupar com dinheiro, aumento de salário, contas e coisas que queremos ou “precisamos” comprar.

Nos prendemos na nossa própria cilada, no nosso ciclo vicioso e não nos deixamos caminhar para as vontades e desejos que temos. E assim, vamos vivendo uma vida medíocre que nunca quisemos, na verdade. Sempre sonhando com o dia que vai chegar e vamos fazer o que realmente queremos.

Então, não deixe de ter um objetivo, mesmo que seja besta. Não caia na sua zona de conforto, permita-se arriscar e depois me conta como foi essa experiência.

~ Don’t call it a dream, call it a plan. ~


Amanda Scarabello

Curiosa pela vida e entusiasmada com as diversas possibilidades de mundos, culturas e pessoas. Quase formada em Publicidade e com um único sonho... ainda para descobrir qual é. É dona do blog Mapeando o Mundo com mais três amigas..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @obvious //Amanda Scarabello