eduall

Daqui, por aqui, até lá

Eduardo Almeida

Professor apaixonado por educação e historiador em formação, louco e apaixonado pela história das coisas. Viajante até das ideias fantasiosas. Escrevo sobre tudo, desde amor até política. Sou humano da forma mais humana possível.

  • As-7-coisas-que-eu-odeio-sobre-voce.jpg
    Você

    E quem te disse que declarar amor é feio? Que falar sobre relacionamento é coisa de menininha de 12 anos apaixonada?
    Amor é coisa de ser humano e de quem ama. Se você chegou até aqui, é porque quer ler esse pequeno texto até o final.

  • 20140829102706_81836399.jpg
    A globalização da utopia

    Todos os dias milhares de pessoas veem sua sobrevivência minada, seu sonho de libertação e de viver num lugar melhor simplesmente apagado por decisões políticas segregacionistas. O mundo vive definitivamente a sua pior crise humanitária.

  • 9d8f281635632ba72af96ce934a8cac1.jpg
    A vida muda, você muda junto?

    Quantas reviravoltas você já aguentou na sua vida e achou que era hora de parar? E se o mundo girasse mais rápido e você não soubesse que quem deveria andar mais devagar era você? E se tudo que era um dia, agora já não é? A vida não te dá as respostas, se você espera isso nesse texto, não clique, mas se você quiser ler uma boa história, já sabe.

  • depois-do-fundo-do-poco.jpg
    A sociedade que não conhece o AMOR

    A imagem ou expressão mais próxima do fim de qualquer coisa, é o chamado "fundo do poço". Uma sociedade que conhece a crítica, mas não o amor ou ainda os diversos sentimentos bons que permeia essa vida, não pode se considerar desenvolvida. Parece rudimentar. (...) Uma sociedade que não cativa nenhum sentimento bom, que carrega em si, o gosto intrínseco e – aparentemente – agradabilíssimo em distribuir pontapés por onde quer que seja, não pode se considerar civilizada, quiçá poderia se considerar uma sociedade (...)

  • guerra (1).jpg
    COMO HOBBES PODE EXPLICAR O MUNDO ATUAL

    Não é de hoje que o mundo conhece a teoria do "guerra de todos contra todos" do filósofo Thomas Hobbes e até hoje, muito se debate sobre o estado de natureza dos seres humanos diante das situações que são colocadas no dia-a-dia, causando guerras, rebeliões e diversos outros conflitos que já instalam desde antes que escrevessem sobre as teorias, portanto devemos identificar e, de vez conhecer o real estado de guerra em que a humanidade se encontra desde seu primeiro contato com o conceito de hegemonia.