educação fora da caixa

Explorações sobre aprendizagem livre e doutorado informal

Alex Bretas

Doutorando informal, aspirante a cantor e admirador das boas metáforas

Agradeça. Ajude. Tome Cafés

Agradecer, ajudar e tomar cafés são três aprendizados que, pra mim, viraram mantra. Experimente se quiser empreender projetos em rede.


agradeça ajude tome cafes.jpg

Há um ano e meio atrás, mudei de cidade, de carreira e de vida. Logo na aterrissagem, a semente de um projeto muito essencial pra mim começou a brotar. Quis empreendê-lo em rede porque estava cansado da hierarquia.

Gosto de falar e estou aprendendo a escutar, mas sempre fui péssimo em iniciar conversas com desconhecidos. Péssimo. Fui fazendo o que podia, e olhando pra trás, percebi que construí três rotinas:

Agradeça.

Ajude.

Tome Cafés.

Você não precisa ser carismático, foda, descolado, desinibido, bom improvisador, extrovertido nem nada disso para colocar isso em prática. Tudo que é necessário é: agradecer, ajudar e tomar cafés.

Agradecer é fazer transbordar o amor.

Demonstre sua gratidão: no Facebook, por e-mail, numa ligação, reunião, conversa, mesa de bar, caminhada, na sua casa, aqui e agora.

Ajudar é demonstrar que você se importa.

Ajude as pessoas: a desenvolver seus projetos, oferecendo feedback, simplesmente escutando, fazendo boas perguntas, dando presentes relevantes, percebendo o que elas precisam, aqui e agora.

Tomar cafés é ter ouvido atento às histórias.

Marque e tome cafés: só para conversar, nem precisa ter café, para cocriar, aprofundar entendimentos, ouvir contrapontos, escutar histórias de vida, curtir a presença do outro, perceber o melhor do outro, aprender com o outro, reconhecer-se no outro.

Aqui e agora.

E não se esqueça do quarto movimento:

Peça.


Alex Bretas

Doutorando informal, aspirante a cantor e admirador das boas metáforas.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @destaque, @obvious //Alex Bretas
Site Meter