em busca dos girassóis

Em busca da felicidade, verdade e boas pessoas

Samanta Selzler

Inconformada em ser uma coisa só, querendo ser tudo ao mesmo tempo.

Sobre as coisas que temos que suportar

Suportamos diariamente uma sociedade que nem sempre se importa mas ainda assim, devemos nos importar.


tumblr_lhv9gnJQLo1qggu39.jpgMe encontro num tempo onde devo suportar coisas que eu não gosto, não quero e não deveria suportar.

Devo suportar pessoas estúpidas que se acham o centro do universo, pessoas que não se esforçam para dar um sorriso para quem está ao seu lado, pessoas que não se importam com outras pessoas.

Devo suportar pessoas que estacionam carros em vaga de deficiente ou idosos, mesmo não estando aptos a nenhuma dessas vagas.

Devo suportar pessoas que furam fila em bancos, mercados, festas, no trânsito e o pior de tudo, ficam putas quando alguém tem uma atitude semelhante para com elas.

Devo suportar a falta de honestidade das pessoas ou pior, tenho que suportar as pessoas que dizem para eu ter cuidado, pois as pessoas não são honestas.

Devo suportar o egoísmo exagerado que toma esse tempo, onde só o próprio umbigo importa. Não se deve dar dinheiro a mendigos, não se deve intervir em um briga que não é de seu interesse, não se deve ajudar ao próximo.

As tragédias só são lindas quando acontecem longe de nós, quando podemos ficar chocados e emocionados com um país que foi destruído por um terremoto mas uma criança sobreviveu três dias entre os escombros.

Os dramas diários são muito inconvenientes para a maioria das pessoas, ninguém mais quer ouvir, perguntar ou se importar.

Tenho que suportar as atitudes dos outros todos os dias, mesmo que para mim elas pareçam terrivelmente erradas. Mas posso e devo mudar a minha, porque pior do que não suportar as atitudes dos outros é não suportar as próprias atitudes.

Como dizia Mahatma Ghandi: Seja a mudança que você quer ver no mundo.


Samanta Selzler

Inconformada em ser uma coisa só, querendo ser tudo ao mesmo tempo..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// //Samanta Selzler