em busca dos girassóis

Em busca da felicidade, verdade e boas pessoas

Samanta Selzler

Inconformada em ser uma coisa só, querendo ser tudo ao mesmo tempo.

Vai, meu filho, e tenta ser bom

O mundo tá uma merda mas eu ainda escolho ser bom.


enhanced-10029-1433275813-2.jpg

Desde que me lembro de ser gente, minha mãe me ensinou princípios que ela seguia e fez eles criarem raízes em mim. Me ensinou sobre ser humilde, sobre reconhecer os erros, que devo me colocar no lugar dos outros, sobre o valor do dinheiro e do trabalho e que um pequeno ato de desonestidade pode corromper o nosso caráter.

Me preparou para o mundo que ela sabia que eu enfrentaria, mas hoje posso dizer com toda certeza, nada e nem ninguém consegue nos preparar suficientemente para o que vamos viver aqui.

Ninguém me disse que as pessoas que escolhemos amar partiriam nosso coração, que esqueceriam tudo que partilhamos, das risadas que demos, das promessas que selamos e partiriam nos deixando como um qualquer que cruzaram pela vida.

Ninguém me disse que o aluguel era tão alto, a comida tão cara e o mês tão longo. Não me lembro de ter ouvido falar em inflação, em desemprego ou tempos difíceis.

E o que me preparou para a desonestidade? A fila que foi furada, a sobremesa que esqueceram de cobrar, a carteira com documentos e dinheiro que foi achada na rua e somente os documentos foram devolvidos. Quem me disse que eu deveria desconfiar de redes sociais, de conversas na madrugada e segredos que não deveriam existir?

Tudo isso nos faz sentir meio idiota, como o fato de achar que eu devo pegar a pista correta no trânsito enquanto muitos estão “se enfiando” lá na frente, que eu devo devolver o troco a mais que o atendente do caixa me deu enquanto outros dão risada e chamam o pobre do atendente de trouxa.

Juro que as vezes dá vontade de desistir, de seguir com as ovelhas no círculo vicioso de “todo mundo faz”. Mas adivinha só, minha mãe sempre me disse que eu não sou todo mundo. Então prefiro acreditar de que há dois lados do rebanho e que o lado que respeita a fila ainda está ganhando.


Samanta Selzler

Inconformada em ser uma coisa só, querendo ser tudo ao mesmo tempo..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious //Samanta Selzler